O repórter Paulo Gonçalves e a equipe do ‘Globo Repórter’ no alto da Pedra da Mina, o quarto maior pico do Brasil (Imagem: Divulgação/Globo)

No “Globo Repórter” desta sexta-feira, 12/10, o repórter Paulo Gonçalves encara a aventura de explorar, durante quatro dias, a trilha de montanhas mais difícil do Brasil, a travessia da Serra Fina, na divisas de Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais.

No interior de São Paulo, a região mais industrializada do país, e no sul de Minas Gerais, pessoas e animais selvagens convivem de maneira harmoniosa. É o caso de um jacaré que, no município de Matão, aparece ao ser chamado pelo nome; e do tucano de Campinas, que convive livremente com moradores de um condomínio.

Em Monte Alto, um homem flagra onças, quatis, tamanduás, macacos e jaguatiricas em seu terreno. E em um sítio em Cosmópolis, o ‘Globo Repórter’ registra uma espécie diferente de ave, o urutau, difícil de encontrar por se camuflar no tronco das árvores. Já o tangará-dançarino se revela um verdadeiro acrobata em sua dança do acasalamento.

O “Globo Repórter” é apresentado pro Sérgio Chapelin, e vai ao ar logo após “Segundo Sol”, a partir das 22h45, na Globo.

Saiba Mais:

“Globo Repórter” mostra o Egito além de pirâmides nesta sexta (28)

“Globo Repórter” mostra as diferentes faces da solidão nesta sexta (21)

Acompanhe muito mais na sua Rede Social preferida:

Instagram: @RD1Oficial

Twitter:   @RD1Oficial

Facebook: @RD1Oficial  


Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!