Tribunal de Justiça do Ceará arquiva investigação contra Wesley Safadão

Wesley Safadão
Wesley Safadão tem ação judicial arquivada no Ceará (Imagem: Divulgação / SBT)

O Tribunal de Justiça do Ceará, por meio da desembargadora Francisca Adelineide Viana, tomou a decisão de suspender a investigação criminal contra Wesley Safadão e sua esposa, Thyane Dantas, por causa da polêmica sobre a vacinação irregular do casal.

Além de Wesley e Thyane, a produtora do cantor, Sabrina Tavares, foi envolvida no caso, que corre sob segredo de Justiça, segundo O Antagonista, que teve acesso ao processo e revelou que a magistrada entendeu que o caso deve ser analisado pela 2ª Câmara Criminal:

“Tenho por bem deferir o pleito liminar, para determinar a suspensão parcial do PIC, ou seja, tão somente no que se refere aos pacientes [Safadão, Thyane Dantas e Sabrina Tavares], determinando que as autoridades impetradas se eximam de praticar atos persecutórios em relação aos mesmos”.

Em nota, o advogado de Wesley Safadão, Willer Tomaz, afirmou que “a acusação é completamente descabida e falaciosa, pois tenta incriminar um inocente por um fato que nem sequer configura crime”.

Para ele, houve um “malabarismo argumentativo que não tem espaço no campo do Direito Penal e que viola frontalmente os direitos fundamentais mais básicos do cidadão, de não ser investigação por fato que não constitui infração penal”.

A polêmica de Wesley Safadão

Neste ano, Wesley e Thyane foram acusados de furar a fila de vacinação contra a Covid-19. Tudo ocorreu no dia 8 de julho. Aos 30 anos, a famosa foi até o município e conseguiu a vacinação mesmo com o calendário permitindo apenas para pessoas com 32 anos ou mais.

Wesley e sua produtora tinham agendado a vacinação na mesma data, mas foram para outro posto de vacinação e não o previsto, no Centro de Eventos do Ceará.

Na época, o assunto rendeu polêmica entre famosos, amigos e fãs de Safadão. A repercussão foi tão grande que autoridades locais se envolveram no assunto. Foi quando a Justiça foi acionada para a apuração do caso.

Dois meses antes, em maio, Paulo Gustavo não resistiu e morreu vítima de complicações da doença. Ele entrou em uma lista de quase 700 mil mortos por causa da doença.

Gostou do conteúdo? Siga @rd1oficial no Instagram e RD1.com.br no Facebook para acompanhar as últimas notícias dos famosos.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›