Túlio Gadêlha ironiza manifestação a favor de Jair Bolsonaro e faz apelo importante

Túlio Gadêlha e Jair Bolsonaro
Túlio Gadêlha ironiza manifestação a favor de Jair Bolsonaro e faz apelo importante (Imagens: Reprodução – Instagram / Montagem – RD1)

Túlio Gadêlha já era engajado na política antes de namorar Fátima Bernardes, mas depois de uma visibilidade maior conseguiu se eleger deputado federal por Pernambuco e tem agido com ainda mais empenho. O político criticou uma manifestação em apoio a Jair Bolsonaro e fez um apelo.

O deputado publicou duas fotos que dão diferentes perspectivas sobre a passeata a favor do presidente da República: uma dos apoiadores, bem numerosa; e outra mais distante, deixando claro que esse ato não teve tantos presentes assim como pareceu.

Em seu perfil do Instagram, Túlio compartilhou essa comparação e fez um pedido a quem o segue na rede social: “Não se deixe enganar, a aprovação de Bolsonaro está em queda livre. Hoje apenas 24% dos brasileiros o aprovam, segundo o Datafolha”.

Além das quase 50 mil curtidas, no post compartilhado no fim deste domingo (16), surgiram comentários a favor da iniciativa. O artista Edu Krieger tirou sarro dos eleitores de Bolsonaro, fazendo um trocadilho para chamá-los de gado, por seguirem uma postura nada confrontadora à pandemia do novo coronavírus: “São variantes da Bovid-19”. Uma seguidora ficou revoltada com o que viu: “Infelizmente ainda têm o apoio desses 24%. Não era pra ter apoio algum”.

Outro internauta reparou na estratégia da primeira imagem: “Eles sabem trabalhar com ângulo, né, menino?”. Além de criticar a aglomeração em tempos de Covid-19, uma terceira pessoa explicou o truque: “Quem já foi na Esplanada sabe que lá é muito grande, o gado se concentrou só em uma parte aí tiram foto de ângulo fechado pra dar a impressão que tá lotado”.

Em dezembro de 2020, Túlio Gadêlha montou uns slides no PowerPoint, com o seguinte título: “Governo Bolsonaro bate recordes de incompetência e vergonha mundial”. A desvalorização do real, o recorde de desmatamentos (e a falta de verba para combatê-los), as milhares de mortes na pandemia e o conformismo dos bolsonaristas foram os temas desse levantamento informal.

Confira:

Matheus Henrique MenezesMatheus Henrique Menezes
Oficialmente redator desde 2017. Experiências como editor e social media. Já escrevi sobre famosos, TV, novelas, música, reality show, política e pauta LGBTI+. Vídeos complementares no YouTube, no canal Benzatheus.
Veja mais ›