Último capítulo de O Cravo e a Rosa mostra a pornografia na política

O Cravo e a Rosa
O Cravo e a Rosa chegou ao fim nesta sexta-feira (6) (Imagem: Divulgação / Globo)

O canal Viva exibiu nesta sexta-feira (6) o último capítulo de O Cravo e a Rosa, novela de Walcyr Carrasco e Mário Teixeira com colaboração de Duca Rachid e direção de Dennis Carvalho e Walter Avancini.

No elenco nomes como Adriana Esteves, Eduardo Moscovis, Leandra Leal, Drica Moraes, Luís Melo, Taumaturgo Ferreira, Pedro Paulo Rangel, Ney Latorraca, Maria Padilha, Suely Franco, Carlos Vereza, Rodrigo Faro, Ângelo Antônio, Ana Lúcia Torre, Vanessa Gerbelli, Eva Todor e outros excelentes atores.

A novela é uma adaptação da obra Megera Domada de William Shakespeare. O Cravo e a Rosa foi originalmente exibida pela Globo entre 2000 e 2001, às 18 horas, e obteve enorme sucesso na época.

A história conta as aventuras de uma filha de banqueiro que se mostra moderna na rígida sociedade paulista em 1920. No último capítulo veio à tona a verdadeira pornografia no meio da política, onde casamentos de fachada são revelados e chantagens de mulheres vigaristas contra milionários fazem parte do jogo.

Além disso, destaque para políticos que se casaram com prostitutas para fazerem de conta que eram homens sérios e bons pais de família.

Os que conhecem os meandros da política de hoje reconhecem cada atitude de cada personagem no último capítulo da novela do grande Walcyr.