Vanessa da Mata
Vanessa da Mata surpreendeu os seguidores ao surgir em uma foto de maiô (Imagem: Reprodução / Instagram)

Vanessa da Mata surpreendeu os seguidores ao compartilhar uma foto na qual aparece usando um maiô que deixa as suas curvas em evidência. O clique tirado pela fotógrafa Aline Prado veio acompanhado de um texto reflexivo publicado na legenda do post. 

“O sol nasceu como tinha de ser. Amanhã será do mesmo jeito? Firmes e fortes como o horizonte e o mar. Vou e muitos vão direto e adiante no mesmo ônibus das ideias. Na frente, tiro leite das pedras, crio poemas do vazio, tristeza se vier vira do avesso, cresce em melodia e as despojo em catarse”, afirmou a cantora. 

“Pode parecer clichê e nada mais pode ser do que isso, mas viver arde e traz cores insanas de coragem a quem sai do pacato mundo vício da dor fracassado. Não dá para sentir e ver a vida sentado! Chama-me poetinha dos vazios desengonçados. Vida é o que posso falar. Nada, nunca é nada sem significar em significados nome ou sobrenome. Admirar-se que o acaso pode sempre ser seu. Quem faz é ele, mas quem o recebe somos nós e dele fazemos recepções com ações conforme nos preparados estamos, flores, música de dançar ou xingamentos disformes, talvez glória, com comemorações inacreditáveis! Não danço conforme a música, danço transformando-a”, continuou. 

Vanessa ainda acrescentou: “Não é questão de preconceito, já dizia alguém conhecido, é questão de conceito. E eu digo é questão de sensibilidade. Sou virada para o sol! Colo com os girassóis nos plantios amarelos. É questão de sensibilidade, respeito para com a música, meus ouvidos e argumento”.

View this post on Instagram

O sol nasceu como tinha de ser. Amanhã será do mesmo jeito? Firmes e fortes como o horizonte e o mar. Vou e muitos vão direto e adiante no mesmo ônibus das ideias. Na frente, tiro leite das pedras, crio poemas do vazio, tristeza se vier vira do avesso, cresce em melodia e as despojo em catarse. Pode parecer clichê e nada mais pode ser do que isso, mas viver arde e traz cores insanas de coragem a quem sai do pacato mundo vício da dor fracassado. Não dá para sentir e ver a vida sentado! Chama-me poetinha dos vazios desengonçados. Vida é o que posso falar. Nada, nunca é nada sem significar em significados nome ou sobrenome. Admirar-se que o acaso pode sempre ser seu. Quem faz é ele, mas quem o recebe somos nós e dele fazemos recepções com ações conforme nos preparados estamos, flores, música de dançar ou xingamentos disformes, talvez glória, com comemorações inacreditáveis! Não danço conforme a música, danço transformando-a! Não é questão de preconceito, já dizia alguém conhecido, é questão de conceito. E eu digo é questão de sensibilidade. Sou virada para o sol! Colo com os girassóis nos plantios amarelos. É questão de sensibilidade, respeito para com a música, meus ouvidos e argumento. . Foto e produção: @alinepradop #VanessadaMata

A post shared by Vanessa da Mata (@vanessadamata) on

🔔Boletim RD1 | Notícias dos Famosos