Verão 90
Após “Orgulho e Paixão” (2018), Miguel Rômulo entra para o time de “Verão 90” (Imagem: Divulgação / Globo)

A condenação de João (Rafael Vitti) – numa armação do irmão dele, Jerônimo (Jesuíta Barbosa), com Vanessa (Camila Queiroz) e a família Ferreira Lima – marca o fim da primeira fase de “Verão 90”. A ação do folhetim de Izabel de Oliveira e Paula Amaral irá se deslocar para 1993; a mudança servirá para a equipe reestruturar a produção, além de inserir um novo personagem, defendido por Miguel Rômulo.

Segundo informações da jornalista Patrícia Kogut, os cenários de “Verão 90” passarão por reformas. Membros do elenco, como Camila Queiroz e Rafael Vitti, também surgirão de visual repaginado. A trama, porém, seguirá seu curso normal – notícias divulgadas tempos atrás davam conta de que a narrativa sofreria alterações por conta da audiência, a princípio, aquém das expectativas.

O que se comenta nas redes sociais, durante a exibição dos capítulos, é que a novela sofre de certo anacronismo, com objetos e roupas que não correspondem, necessariamente, à época retratada. Os cenários, cujos tamanhos se assemelham ao empregado em novelas da década de 1990, eram considerados pequenos pelos telespectadores.

Já o novo personagem, a cargo de Miguel Rômulo – recém-saído de “Orgulho e Paixão” (2018) –, atende por Sarita, drag queen que se apresentará em uma galeria, novo núcleo do folhetim. O nome do personagem, ao que tudo indica, é uma referência a Sarita Vitti (Floriano Peixoto), drag que marcou “Explode Coração” (1995), de Gloria Perez. Ícaro Silva também ingressará no enredo, como Ticiano, um cantor de axé.

 

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!