Douglas Tavolaro
Douglas Tavolaro está por trás da vinda da CNN ao Brasil (Imagem: Divulgação / Record)

O anúncio de uma versão brasileira do canal de notícias CNN pegou a todos de surpresa, e principalmente, as operadoras de TV por assinatura nacionais. Apesar da felicidade em contar com uma emissora com um nome de peso, há quem “acredite desacreditando” do potencial da emissora no país.

Segundo informações do portal Tela Viva, as operadoras já elencaram condições para contar com a CNN Brasil em seus line-ups: o canal precisa ser respaldado pelo CNN internacional e, também, ser distribuído sem custo.

O que se sabe por ora é que a CNN Brasil terá distribuição e comercialização independentes da Turner, que pertencente à Warner Media, mesmo grupo do canal internacional.

De resto, tudo é especulação. Fala-se em até 800 funcionários, sendo metade jornalistas, incluindo sucursais e correspondentes, porém sem o compartilhamento de estruturas com alguma emissora aberta, ao exemplo de Globo/GloboNews, e Band/BandNews.

A desconfiança se dá, principalmente, em como se dará a distribuição do canal. O maior medo fica por conta de como, editorialmente, a CNN Brasil se posicionará, já que diante da dificuldade, poderia ter uma espécie de “apoio” do governo.

No caso das operadoras, será difícil que a CNN Brasil seja distribuído com custo. Hoje, as duas vagas de jornalismo obrigatórias segundo a lei das operadoras, ocupadas por GloboNews (intocável) e BandNews, que está há anos nesta posição.

Restam, então, outras alternativas: distribuição aberta, por meio de emissoras de radiodifusão, o que a Record News tentou sem sucesso, ou a distribuição OTT, que não gera receita.

Após saída de Douglas Tavolaro, Record define novo diretor de jornalismo

A Record já definiu o nome que substituirá Douglas Tavolaro na vice-presidência de jornalismo. Será Antonio Guerreiro, conhecido do grande público por sua atuação como repórter em programas vespertinos – caso do “Mulheres”, da Gazeta. Guerreiro deixará o cargo de superintendente de estratégia multiplataforma para assumir o posto de Tavolaro – agora dedicado à implantação da CNN Brasil.

Em comunicado oficial, o canal afirma que “a chegada de Antonio Guerreiro ao Jornalismo Record TV dará continuidade a linha editorial de credibilidade, sucesso e audiência da emissora e agregará, com sua experiência, uma aposta na modernidade e inovação tecnológica que em breve estarão em nossos telejornais e programas jornalísticos”.

Recomendados para Você:

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Está opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!