Vitória do Flamengo na Libertadores impulsiona audiência da Globo

Globo
Gabigol, um dos ídolos do Flamengo; final da Libertadores garante alta audiência (Imagem: Reprodução / Globo)

A vitória sobre o River Plate que garantiu ao Flamengo o título de campeão da Libertadores 2019 rendeu alta audiência para a Globo no último sábado (23). O jogo impulsionou todo o horário nobre da emissora; o Jornal Nacional bateu recorde para tal dia da semana desde o início do rodízio de apresentadores das afiliadas, em comemoração aos 50 anos do noticiário.

Em São Paulo, Flamengo x River Plate alcançou 32 pontos; no Rio de Janeiro foram 47 – número superior ao atingido pelas finais das últimas quatro Copas do Mundo. Na capital paulista, logo após o futebol, 30,8 para SP2 e 28,9 para Bom Sucesso.

O Jornal Nacional emplacou 30,3 de média. Trata-se do melhor índice para o noticiário aos sábados desde o início do plantão especial com apresentadores de afiliadas – acima dos 29,8 de 31 de agosto, com Cristina Ranzolin (RS) e Márcio Bonfim (PE). Na ocasião, Aline Aguiar (MG) e Giovanni Spinucci (MA) responderam pela cobertura da vitória do Flamengo e da morte de Gugu Liberato.

O sábado na Globo contou ainda, em São Paulo, com os 7,1 do É Casa. O SP1 bateu 9,9 pontos, ficando abaixo do Globo Esporte (12,9) e do Jornal Hoje (15,6), também voltado para Gugu e para o pré-jogo. Exibidos mais cedo por conta da final da Libertadores, o SóTocaTop e o Caldeirão do Huck também foram bem: 12 e 14,7 de média, respectivamente.

Mais tarde, a reapresentação do último capítulo de A Dona do Pedaço rendeu 28,8 pontos. O Zorra marcou 19,4 de média, enquanto o Altas Horas, com homenagem para Gugu e para o rabino Henry Sobel, ambos falecidos na sexta-feira (22), consolidou 12,7. Por fim, 7,1 com Tungstênio (2018) em Super Cine; também 4,7 para Dinheiro Sujo (2013) e 4,2 para Boa Sorte (2014) e Polo Norte (2014) no Corujão.

Duh Secco é “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.

WordPress Lightbox