Wagner Moura durante entrevista a Pedro Bial (Imagem: Divulgação / Globo)

O ator Wagner Moura está processando a Ambev e a LTM Editora por causa do uso não autorizado de sua imagem na revista “Lounge”, que promovia o Festival de Cinema de Gramado. A informação é de Ancelmo Gois.

Wagner conta que passou por diversos embaraços na época, pois, tinha contrato de exclusividade com uma marca de peso, a Coca-Cola. Na demanda, o ator pede uma indenização de R$ 35 mil.

Moura é reconhecido internacionalmente pelo papel de Pablo Escobar na série de TV, “Narcos”. Também foi eleito em 2012, pelo site americano IMDb, como um dos melhores atores de todos os tempos, ficando entre grandes nomes de Hollywood.

O brasileiro irá voltar a colaborar com a Netflix em uma cinebiografia do diplomata brasileiro Sérgio Vieira de Melo (ex-Alto Comissário das Nações Unidas para Direitos Humanos), que foi assassinado em ataque terrorista em Bagdá, no Iraque, em 2003.

Saiba Mais:

Revista é condenada a indenizar Wagner Moura por uso indevido de imagem

Wagner Moura recusa convite para integrar elenco de “Mulher-Maravilha 2”

Você está ficando de fora...

Não perca nada!

Saiba tudo o que está em alta no Instagram dos Famosos.

EU QUERO