Walcyr Carrasco relembra polêmica e revela condição para voltar a trabalhar com Marina Ruy Barbosa

Walcyr Carrasco
Walcyr Carrasco relembrou mágoa com Marina Ruy Barbosa por causa de Amor à Vida (Imagem: Reprodução / Globo)

Engane-se quem pensa que Marina Ruy Barbosa faz parte da lista de desafetos de Walcyr Carrasco. O autor da Globo superou a mágoa que teve com atriz em Amor à Vida (2013), quando ela se recusou a raspar o cabelo nas cenas que mostraria sua personagem, Nicole, lidando com as consequências de um câncer em estágio terminal.

Durante uma live transmitida pela revista Caras no Instagram, Walcyr relembrou os bastidores na época e afirmou que o erro da ruiva foi ter avisado à produção apenas dias antes da gravação que não abriria mão de suas madeixas, descumprindo um acordo que foi feito antes da novela estrear.

“Ela tinha combinado verbalmente que cortaria o cabelo quando aceitou o papel. E aí [no decorrer da trama] ela não avisou com tanta antecedência que não iria cortar. Se ela tivesse avisado com uma certa antecedência, eu teria orientado a história pra outro lugar. Eu tive que refazer todas as cenas já escritas e isso envolve toda a produção da novela. A produção já tinha preparado o cenário, os atores… Já tinha tanta coisa envolvida, não dava pra voltar 30 capítulos e pronto. Então aí não tinha jeito, a não ser matar a personagem”, revelou o dramaturgo.

Walcyr comentou que a decisão de Marina foi tão em cima da hora que impossibilitou a produção de encomendar uma peruca especial, como alternativa para o corte do cabelo, mas admitiu que continua admirando a atriz e que pode contar com ela em algum próximo trabalho, com uma condição específica.

“Na época eu fiquei chateado, mas isso não quer dizer que eu não considere a Marina uma boa atriz, além de muito bonita e não quer dizer que eu não trabalharia com ela de novo, desde que as coisas fossem conversadas antes”, revelou Carrasco, que trabalhou com Barbosa também nas novelas Sete Pecados (2007) e Morde & Assopra (2011).

Recusa de Bruna Marquezine

Ainda no bate-papo, Walcyr lembrou que convidou Bruna Marquezine para o elenco de O Outro Lado do Paraíso (2016), mas segundo o autor, o papel pensado para a atriz era de uma das “quengas” do cabaré administrado por Caetana (Laura Cardoso), e não o da protagonista Clara (Bianca Bin), como foi divulgado na imprensa na época.

“Eu convidei a Bruna pra fazer O Outro Lado do Paraíso, mas ela não aceitou, não por nada contra mim, mas porque era um papel de prostituta e ela tinha acabado de fazer prostituta [na minissérie Nada Será Como Antes] e não quis ficar rotulada. Foi uma questão totalmente profissional, ela sabe o que é melhor para a carreira dela”, disse.

CONTINUE LENDO →

Daniel Ribeiro cobre televisão desde 2010. No RD1, ao longo de três passagens, já foi repórter e colunista. Especializado em fotografia, retorna ao site para assinar uma coluna que virou referência enquanto esteve à frente, a Curto-Circuito. Pode ser encontrado no Twitter através do @danielmiede ou no danielribeiro@rd1.com.br.