William Bonner revela a Bial que vive isolado por causa da polarização política

William Bonner
William Bonner é o entrevistado desta terça-feira (26) do Conversa com Bial (Imagem: Reprodução / Globo)

Conhecido por ser avesso a entrevistas, William Bonner aceitou ser sabatinado por Pedro Bial. O bate-papo, gravado com o colega através de videoconferência, vai ao ar no Conversa com Bial desta terça-feira (26), logo após o Jornal da Globo.

Em comunicado divulgado à imprensa, a emissora informa que o âncora do Jornal Nacional vai contar a Bial sobre a sua rotina como apresentador e editor-chefe do noticiário mais importante do país.

No bate-papo, Bonner vai tratar dos bastidores da cobertura da pandemia do novo coronavírus. O jornalista mostrará como tem encarado o desafio de levar informação neste momento tão difícil que a maioria da população está passando em razão do isolamento social.

Na conversa, William ainda revela que está isolado em casa desde as eleições de 2018 devido à polarização política. “Chegou a um ponto em que a minha presença em determinados locais públicos era motivadora de tensões”, confidencia.

“A minha quarentena começou já no último ano eleitoral. Tem gente hoje me aplaudindo que dois, três anos atrás estava me xingando. E pessoas que hoje estão me xingando, dois, três anos atrás estavam me aplaudindo. Esses são os tempos que vivemos”, lamenta o colega de Renata Vasconcellos.

Amigos de longa data, Bial aproveita para fazer piada com os cabelos brancos do ex-marido de Fátima Bernardes. “Acho que o grisalho tá avançando aí também nos últimos tempos. Tá todo mundo em dívida com barbeiro e cabeleireiro nessa quarentena”, brinca.

Vale lembrar que, na semana passada, Bonner usou o seu perfil no Twitter para denunciar um golpe envolvendo seu filho Vinícius Bonemer, através de uma tentativa de fraude do programa de auxílio emergencial, que oferece R$ 600 como benefício para completar a renda de pessoas necessitadas.

“Meu filho não pediu auxílio nenhum, não autorizou ninguém a fazer isso por ele. Mais uma fraude”, alertou ele em mensagem publicada na rede social, afirmando ainda que o pedido dos golpistas foi aprovado pelo Governo Federal, mesmo com o jovem não sendo eletivo para receber o auxílio.