A Favorita terá reprise quase na íntegra; saiba até quando novela ficará no ar

A Favorita
A Favorita ocupa grade da Globo a partir do dia 16 (Imagem: Divulgação / Globo)

Com reestreia marcada para o dia 16 de maio, no Vale a Pena Ver de Novo, A Favorita, que foi ao ar pela primeira vez em 2008, vai passar um bom tempo na tela da Globo.

Segundo o Notícias da TV, a trama de João Emanuel Carneiro vai ser reprisada praticamente na íntegra e deve chegar ao fim apenas no dia 3 de fevereiro de 2023.

Com isso, o folhetim vai ter 190 capítulos exibidos na faixa das 17h05 às 18h20. Na versão original, a novela contou com 197 capítulos. Os cortes serão feitos apenas nas cenas menos importantes ou inadequadas para a atualidade, além de falas preconceituosas e machistas.

Veja Também

Globo bate o martelo e A Favorita substitui O Clone no Vale a Pena Ver de Novo

Depois de muito mistério e especulações, a Globo bateu o martelo sobre a substituta de O Clone no Vale a Pena Ver de Novo.

Clássico assinado por João Emanuel Carneiro, A Favorita (2008) volta à TV aberta no dia 16 de maio, quando terá seus primeiros capítulos colados nas emoções finais da história de Jade (Giovanna Antonelli).

A trama estrelada por Patrícia Pillar e Claudia Raia, como as icônicas Flora e Donatela, nunca foi reprisada na faixa em questão e era uma das mais pedidas pelos noveleiros de plantão.

Com a escolha, A Favorita desbanca outros dois títulos considerados fortes candidatos nos últimos tempos: Vale Tudo (1988) e Amor à Vida (2013). A primeira, um clássico, era vista como uma homenagem ao autor Gilberto Braga (1945-2021). Já a segunda, de Walcyr Carrasco, tem no humor um personagem de destaque.

O enredo

Ao longo de 197 capítulos, A Favorita acompanha as trajetórias de Donatela e Flora. As duas formavam uma dupla sertaneja de relativo sucesso até o casamento da primeira com Marcelo (Deco Mansilha / Flávio Tolezani). O filho dos milionários Gonçalo (Mauro Mendonça) e Irene (Glória Menezes) também se envolveu com a segunda, que engravidou.

O triângulo amoroso culminou em morte: Marcelo foi assassinado, Flora incriminada pela testemunha Cilene (Elizangela) e Donatela acabou assumindo a criação da filha que o marido teve fora do casamento.

Dezoito anos depois, Flora deixa a cadeia disposta tanto a provar sua inocência, quanto reencontrar Lara (Mariana Ximenes), até hoje sob os cuidados de Donatela. A narrativa planta a dúvida na cabeça do telespectador: qual das duas fala a verdade a respeito do crime?

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›