Agnaldo Timóteo deixa R$ 8 milhões para a filha de criação e irmãos do cantor tomam atitude

Agnaldo Timóteo
Agnaldo Timóteo deixou metade do seu patrimônio para a filha (Imagem: Reprodução / Record)

Morto em abril por complicações do coronavírus, Agnaldo Timóteo deixou bem claro em seu testamento que metade do seu patrimônio, avaliado em R$ 16 milhões, é para Keyty Evelyn, sua filha de criação, que tem 14 anos. Os outros 50% terão que ser divididos entre dois afilhados (10% cada um) e dois dos seus seis irmãos. A informação é do jornal Extra.

Para quem não sabe, Keyty foi criada pelo artista desde os 2 anos de idade, mas o processo de adoção não chegou a ser formalizado com Agnaldo ainda em vida. No final de 2020, quando teve um AVC e ficou quase dois meses internado, o músico pediu que seu advogado, Sidney Lobo Pedroso, entrasse com o processo de adoção, tramite que ocorreu em janeiro.

Além de advogado de Timóteo, Sidney também era seu amigo há 45 anos. Dessa forma, ele o nomeou como inventariante e também tutor da menina em sua ausência. Atualmente, a Evelyn está morando com a avó materna.

Em dezembro do ano passado, o cantor gravou um vídeo para fazer uma solicitação ao profissional: “Dr. Sidney, essas fotos que eu mandei para você, são da minha filha, que eu adoro desde março de 2008, quando a conheci, na porta do meu gabinete, ao lado da mãe, quando eu era vereador em São Paulo. Preciso legalizá-la para que ela seja Keyty Evelyn Timóteo. Ela já tem um documento como minha herdeira, mas quero que ela seja minha filha oficial. Gostaria que você providenciasse tudo. Ela é a razão da minha vida”.

Apesar do processo ainda correr em segredo de justiça em São Paulo, o Ministério Público já deu um parecer parecer para a guarda da jovem e determinou que Sidney seja o tutor dela.

Mesmo com o claro desejo de Agnaldo Timóteo, os irmãos do cantor estão contestando o testamento e tentam anular o documento, sob a alegação de que o artista estava confuso na época que fez a partilha de bens. Ruthinete, irmã do saudoso artista, pediu para ser inventariante do famoso, mas a Justiça negou.

Em conversa com a publicação, Sidney afirmou: “Como inventariante, só quero que a vontade de Agnaldo seja respeitada, me colocando como tutor da menina, para que eu cuidasse dela até os 18 anos”.

“O primeiro pedido do Agnaldo foi que eu fosse o tutor da Keyty. Tutor voluntário, eu não recebo um centavo para ser tutor dela. Ele me deixou também como inventariante. Ao mesmo tempo, abrimos uma ação de testamento para saber quem são os beneficiados”, explicou.

De acordo com a publicação, uma amiga de Timóteo revelou que a irmã do músico não considera a menina. “Os irmãos de Agnaldo nunca aceitaram a menina. E agora, depois de todo esse episódio de saber que ela tem direito a 50% do patrimônio dele, e que, possivelmente, concluída a adoção, ela, possivelmente, pode levar 100% dos bens, os irmãos estão querendo dificultar”, disse.

Sobre Ruthinete, a amiga de Agnaldo disparou: “Ela disse a seguinte frase: ‘A Keyty tinha vindo do lixo, e pro lixo ia voltar’. Essa menina era tudo na vida do Agnaldo, e isso me deixou muito triste”.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›