Melhor amiga de Paulo Gustavo, diretora faz discurso forte em missa

Paulo Gustavo
Susana Garcia homenageou Paulo Gustavo em missa (Imagem: Reprodução/ Multishow)

Assim como a mãe, Déa Lúcia, e o viúvo, Thales Bretas, de Paulo Gustavo, a melhor amiga dele também fez um discurso forte e emocionante na Missa de Sétimo Dia do ator nesta terça-feira (11).

A médica e diretora Susana Garcia escreveu uma longa homenagem ao comediante, que morreu na semana passada vítima da covid-19. Na fala, ela comentou sobre a contradição entre a presença enorme do amigo e a ausência igualmente dura.

“Uma dor que rasga a alma, o peito, tudo dói“, descreveu a irmã de Mônica Martelli. “O espaço que você ocupava no dia-a-dia da gente era enorme. Você era o agora, você era a presença. Como lidar com esse imenso vazio, meu amor? Como viver sem aquela sua gargalhada gostosa?”, questionou ela.

A diretora ainda destacou a importância do humorista: “Você fazia esse país se curar através do riso”. Ela fez referência ao fato de ter perdido o ator mesmo com a existência de vacinas para o coronavírus.

“Essa dor não vai ser maior que a alegria que você sempre nos proporcionou”, completou Susana Garcia, em seu discurso.

O evento aconteceu no Santuário Cristo Redentor da Arquidiocese do Rio de Janeiro e foi transmitido ao vivo pelo Multishow. A cerimônia foi celebrada às 18h30, por Padre Omar, reitor do Santuário Cristo Redentor.

A missa contou, ainda, com leituras da família e dos amigos do ator, como a atriz e apresentadora Regina Casé e a diretora Susana Garcia, e canções especiais interpretadas pela mãe de Paulo, Dona Déa Lúcia (que vai cantar Fascinação), pelo coral masculino de música sacra Bienias & Prim, pela soprano Flávia Correia e pela cantora Mariah Nala (com a música Pretty Hurts, de Beyoncé).

O viúvo do artista falou sobre os planos que o casal tinha. “O amor é transformador, e o nosso não só me evoluiu para sempre como alcançou milhares de famílias com o exemplo de tolerância, respeito e união. Que sorte a minha viver um amor tão lindo, verdadeiro e correspondido, mesmo que por pouco tempo. Tínhamos tantos planos para tantos anos, acho que é para além dessa nossa encarnação”, afirmou ele.

Thales ainda soltou um riso, em meio às lágrimas: “Nossas diferenças eram muitas, o que me fez pensar a princípio que o nosso namoro era improvável. Ele Beyoncé, eu Marisa Monte. Ele barulho, eu silêncio. Ele fala, eu escuta. Ele agito, eu serenidade. Mas com o tempo, vi que essas diferenças só se somavam, e com isso cada um de nós se tornava uma pessoa melhor”.

“Depois da soma, veio a multiplicação. com as duas maiores alegrias, Gael e Romeu, que prometo cuidar pra sempre e transmitir tudo o que aprendi com papai Paulo: generosidade, compaixão, amizade… Valores que são seus maiores legados e que se eternizarão nos frutos do nosso amor“, comentou o médico, fazendo referência aos filhos do casal.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›