Alexandre Garcia quebra o silêncio sobre saída da CNN Brasil e faz revelação

Alexandre Garcia
Alexandre Garcia deixou a CNN Brasil após discursar sobre tratamento precoce contra a Covid-19(Imagem: Reprodução / CNN Brasil)

Alexandre Garcia desabafou sobre a sua demissão da CNN Brasil, na noite deste domingo (26), e afirmou que houve uma “lavagem cerebral”. Em vídeo, o ex-comentarista do quadro Liberdade de Opinião apareceu lendo o comunicado da emissora sobre a sua demissão e também discursou sobre o assunto.

“Me perguntaram na sexta sobre a CPI da covid, vacinação e tratamento. Não podia decepcionar aqueles que foram meus alunos ao longo de todos os anos”, iniciou o jornalista.

O ex-contratado da CNN Brasil seguiu: “Se eu digo uma coisa eu tenho que praticar e digo: não aluguem a sua cabeça, pensem, que seu cérebro não seja abduzido, não permitam que professores façam lavagem cerebral, que o medo dos colegas te encolha e não tenha pensamento próprio”.

“Você pode até me contrariar, cada um tem seu pensamento. O que não pode ser normal é que a pessoa seja num rebanho, acéfalo”, acrescentou Alexandre Garcia.

No início do vídeo, o famoso deu boas-vindas aos “quase 200 mil novos seguidores” que ele afirma ter ganhado desde a última sexta-feira, quando foi demitido.

Garcia também alegou que receber um “limão é presente porque sai uma limonada”. “E o presente é o mais importante, porque constrói o futuro. Sigamos presentes e juntos”, destacou.

No final da gravação, ele ressaltou que estava vestindo uma camisa que tem mais de 35 anos e um relógio que tem 50 anos:

Será que isso é conservadorismo? E é bem simbólico: está novo, usa-se, está bonito. Meu avô era conservador e vivia pesquisando coisas novas. Então, é isso, não é ficar preso ao passado, é ter os valores do passado, a beleza do passado, a funcionalidade das coisas do passado e sempre buscar novidade, inovação, progresso”.

A gota d’água para a saída de Alexandre Garcia foi a afirmação sobre “remédios sem eficácia comprovada” que “salvaram milhares de vidas” em meio à repercussão sobre as denúncias contra a operadora de saúde Prevent Senior.

A empresa é alvo de investigações por, ao que tudo indica, pressionar médicos a tratar pacientes com substâncias do “kit Covid”, como a hidroxicloroquina – apontada por Bolsonaro como “cura” para o coronavírus.

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email [email protected]
Veja mais ›