Aline Riscado é processada por empresa e pode ter que pagar indenização

Aline Riscado
Aline Riscado está sendo acusada de descumprimento contratual (Imagem: Reprodução / Instagram) 

Aline Riscado pode ter que pagar uma indenização alta para uma empresa que contratou seus serviços para publicidade no Instagram. Segundo a coluna de Fábia Oliveira, do jornal O Dia, a Dmg Comércio e Serviços está movendo um processo contra a atriz por descumprimento contratual.

De acordo com a publicação, a empresa contratou Aline para uma campanha de três meses, onde ela receberia R$ 60 mil, por postagens de divulgação quinzenal sobre a marca.

No contrato de prestação de serviço, ficou acordado que a modelo faria publicação de forma quinzenal, ou seja, duas vezes por mês. Dessa forma, cada publicação ficou por R$ 10 mil.

Em fevereiro, Aline recebeu R$ 20 mil, e no mês de março, outra parcela pelo trabalho, que apesar da ter sido acertado que continuaria pelos próximos dois meses, foi interrompido pela famosa sem qualquer justificativa.

“Sem qualquer justificativa, a ré (Aline Riscado) somente realizou a divulgação de dois únicos ‘stories’ na sua rede social ‘Instagram’, sendo a primeira no mês de fevereiro e a última no início do mês de março do corrente ano”, afirmou a contratante no processo, que cobra a devolução dos valores e uma multa.

Com mais de 12 milhões de seguidores no Instagram, a atriz usa seu perfil para compartilhar dicas, seu dia a dia e também faz vários publiposts.

Recentemente, a famosa chamou a atenção na plataforma ao ficar menstruada durante uma live e fazer um desabafo importante sobre o assunto: “Vou te falar um negócio… É isso! Isso aqui é vida. Isso aqui não é vergonha. Mulheres, não tenham vergonha. Não tenham nojo do sangue de vocês. Eu vou fazer uma live. Vou chamar umas amigas e vou fazer uma live sobre o sagrado feminino. Está na hora da gente olhar a menstruação como algo divino, que isso aqui é divino, não é uma vergonha”.

“E, sim, não troquei de roupa porque nunca que ia parar minha prática de yoga por causa de minha menstruação. Isso aqui é um presente pra gente falar abertamente sobre isso“, explicou.

Aline ainda completou: “Vou marcar uma live pra que a gente possa falar abertamente sobre isso e ajudar muitas meninas que estão iniciando seus ciclos menstruais e que não sabem o que fazer, que têm vergonha, a entender que isso não é motivo de vergonha, é motivo de orgulho. Nós somos mulheres, deusas, fod* pra cac**“.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›