Ana Maria Braga é processada pela Prefeitura de São Paulo por causa de dívida de outra pessoa

Ana Maria Braga
Ana Maria Braga recebe processo após falta de pagamento de IPTU (Imagem: Reprodução / Globo)

Ana Maria Braga, que retornou ao comando do Mais Você esta semana após se recuperar da Covid-19, está sendo processada pela Prefeitura de São Paulo por causa de uma dívida de R$ 20 mil de IPTU.

Porém, o grande problema é que o imóvel não pertence mais à apresentadora da Globo. A propriedade foi vendida em 2017, o que comprova que o valor em questão não é de responsabilidade da veterana.

Na semana passada, a Vara das Execuções Fiscais Municipais da Justiça de São Paulo ordenou que o débito fosse quitado em cinco dias. “Cite-se o executado para que, no prazo de 5 (cinco) dias, pague o débito, cujo valor deverá ser corrigido monetariamente até a data do efetivo pagamento, acrescido de multa, juros, honorários advocatícios (ora fixados em 10%), custas e despesas processuais, ou, em igual prazo, ofereça bens à penhora, sob pena de serem penhorados tantos bens quantos bastem para a garantia da execução“, pontuou a notificação.

Em nota enviada ao Notícias da TV, a assessoria de imprensa da famosa esclareceu que o imóvel, localizado no Jardim Europa, zona sul de São Paulo, foi desfeito por Ana Maria há aproximadamente quatro anos e o seu nome só consta nesse processo porque o atual proprietário não fez a transferência para o seu nome e não obteve a escritura definitiva da propriedade.

A global nunca residiu neste local, situado numa área nobre da capital paulistana e nas imediações do Clube Hebraica e o Jóquei Clube. Como não é mais dona do imóvel e possui o contrato de venda, a apresentadora não terá que quitar essa dívida, passando a despesa para o atual responsável pela casa.

Quem também está passando por um processo semelhante é a atriz Carolina Ferraz. A contratada da Record está sendo cobrada por uma dívida R$ 11,8 mil de IPTU, após o antigo inquilino do seu apartamento, no Rio de Janeiro, não pagar o imposto.

Apesar de não ser de sua responsabilidade, a artista irá quitar o valor, para evitar medidas extremas. “Carolina Ferraz não tinha conhecimento da existência desse processo, pois jamais foi citada, ato indispensável para dar ciência da execução e abrir prazo para defesa. Tomou conhecimento através da notícia“, diz um trecho do comunicado enviado pela equipe da famosa.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›