Andréa Sorvetão relata sintomas da Covid-19 e explica como descobriu a doença

Andrea Sorvetão relembra período em que estava com Covid-19 (Imagem: Reprodução / Instagram)

Andréa Sorvetão foi uma das famosas que acabaram testando positivo para Covid-19. A contaminação aconteceu no fim do ano passado e a famosa revelou que teve o diagnóstico juntamente como o marido, Conrado, e as filhas Giovanna e Maria Eduarda.

“Eu e Giovanna pegamos ao vir a São Paulo para realizar um procedimento. Quando voltamos, não desconfiamos de imediato“, disse Andréa em entrevista à Quem, que afirmou ainda que não desconfiou dos sintomas porque tinha acabado de fazer mudança em seu apartamento, então achou que as dores eram em decorrência do cansaço físico.

Senti dores nas juntas e muito cansaço, mas estávamos nos mudando de apartamento e achei que fosse isso. Porém, dias depois, acabei perdendo olfato e paladar, olhos secos, boca seca. Na época, optamos por não falar publicamente para evitar preocupações. Ficamos em casa, fizemos todo o processo de medicação e nos cuidamos”, lembrou.

Recuperada da doença, a famosa está focada e preparada para as novidades profissionais: a nova temporada de seu quadro de entrevistas na internet, entrou para o time de jurados do Canta Comigo Teen (Record) e apresentação das lives do Riso da Bola. Além disso, ela já retomou as atividades físicas e começou uma dieta acompanhada por um médico ortomolecular.

“Começamos a regular o que estava desregulado e prestar atenção nos alimentos e exercícios“, frisou a musa, que trabalhou ao lado de Xuxa de 1986 até 1990, com quem garante ter atualmente uma “relação de irmãs”, mas rejeita o título de paquita que a acompanha até hoje.

Uma coisa eu digo: não existe ex-paquita. As paquitas foram 27, 28 ou 29 meninas. Posso colocar no currículo ‘fui paquita’? Acabou sendo uma profissão. O povo insiste em colocar ex-paquita. Acho que não existe. Fui paquita por apenas quatro anos e sou lembrada como a Sorvetão até hoje“, defendeu-se.

Já sobre o época em que integrava o time da rainha dos baixinhos, ela ressaltou: “Vivo dia a dia. A galera da minha geração assistiu ao Xou da Xuxa e muitos, quando me encontram, ficam com lágrimas nos olhos. Sei que mexo com a memória afetiva das pessoas”.

A infância é a fase mais pura da vida e a adolescência é a etapa em que buscamos referências. O privilégio do amor e carinho que eles dão não têm preço“, completou Sorvetão.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›