Animado, David Junior retorna a Sob Pressão como importante personagem

David Junior
David Junior vai viver neurocirurgião em Sob Pressão (Imagem: Divulgação / Globo)

O ator David Junior é presença confirmada no elenco da quarta temporada de Sob Pressão, série da Globo. Na história, ele interpreta o neurocirurgião Dr Mauro, personagem familiar para parte do público, já que ele fez parte do especial Plantão Covid.

O profissional é descrito como alguém que fala pouco, mas que não foge de qualquer embate quando necessário para o exercício das suas atividades.

Vindo de origem humilde, o rapaz é o primeiro membro da sua família a cursar uma faculdade. Além disso, é extremamente metódico e atento para evitar erros médicos, como resultado da culpa que sente por ter cometido um erro durante a cirurgia de uma paciente bailarina que ficou impedida de dançar.

Para o ator, é importante e simbólico que um personagem negro tenha conquistado um espaço que supere a discussão racial. “É um grande avanço da nossa dramaturgia abrir espaço para que nós negros, e em sua maioria periféricos, se permitam sonhar e conquistar lugares que nos foram negados por muito tempo”, avaliou o artista em entrevista à colunista Carla Bittencourt.

Em uma outra entrevista, desta vez ao Notícias da TV, o artista também comentou sobre a importância da escalação de afro-brasileiros para papéis de classe-média alta. “Eu mesmo, como morador da Baixada Fluminense, tive dificuldade de me ver como um médico“, confessou.

É uma faculdade cara, em tempo integral, e as pessoas [na Baixada] tinham que trabalhar para estudar. Ou seja, inviável“, lamentou. Para encarnar o personagem, o galã teve como inspiração um amigo cabo-verdiano que liderou um hospital de referência no Maranhão. “Foi uma das primeiras pessoas que eu quis conversar, porque alguns pacientes não aceitam serem atendidos por um negro. Ele precisou aprender a se impor“, acrescentou.

David também chamou atenção para um detalhe fundamental na caracterização de seu personagem: o corte de cabelo. “[Andrucha] Waddington [diretor] me permitiu continuar com meu corte, o que é muito simbólico para nós. O meio dramatúrgico nos molda diante do público, então se tiver o cabelo assim ou assado pode passar certa imagem ou mensagem. Durante anos eu tive que raspar o cabelo para me transformar em uma pessoa invisível, para não passar em um radar negativo“, revelou.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›