Anitta é chamada de “símbolo da união do continente” no Grammy e reage

Anitta
Anitta se emociona após declaração sobre ela no Grammy Latino 2020 (Imagem: Reprodução / Instagram)

Anitta foi uma das artistas que se apresentaram no Grammy Latino 2020 na última quinta-feira (19). Aos 27 anos de idade, a cantora realizou sua performance diretamente do Arcos da Lapa, no Rio de Janeiro. Antes da apresentação, a funkeira foi chamada de “símbolo da união do continente” pelos condutores do evento.

Teve uma fala que a gente não conseguiu ainda superar. A gente está se achando. Só eu me apresentei, mas os amigos também estão se achando f#d@. A moça acabou de me apresentar como ‘símbolo da união do continente’. É por isso que a gente não conseguiu dormir. A gente está repetindo. Vou dormir me achando f#d@. Boa noite“, disse ela, dando risadas. “A Pangeia veio“, brincaram seus amigos.

O evento, que premia os maiores nomes da música do continente sul-americano, foi feito de forma virtual. Todos os brasileiros que concorriam nas chamadas categorias mistas, quando os nacionais competem com artistas de toda a América Latina, não tiveram êxito.

Anitta, indicada em Melhor Música Urbana com Rave de Favela (MC Lan, Anitta, BEAM e Major Lazer), perdeu para a espanhola Rosalía.

Enquanto isso, Emicida e Paula Fernandes garantiram seus troféus; ele em Melhor Álbum de Rock ou de Música Alternativa em Língua Portuguesa e ela com Melhor Álbum de Música Sertaneja.

Aline Barros garantiu o seu oitavo troféu com Melhor Álbum de Música Cristã (Língua Portuguesa). Entre os outros brasileiros vencedores de prêmios para música em português estão João Bosco, Mariana Aydar e Toninho Horta.

Confira:

CONTINUE LENDO →

Jornalista, especialista em Comunicação Organizacional, apaixonado por café, crônicas e um bom papo. Encantado pelo entretenimento e pela possibilidade de contar e conhecer várias histórias ao mesmo tempo.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com