Anitta ironiza fiéis de Bolsonaro e rebate ataques ao recordar tatuagem

Anitta
Anitta reage após ser atacada por eleitores de Bolsonaro (Imagem: Reprodução – Instagram / Montagem – RD1)

Atacada por eleitores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Anitta reagiu no Twitter. Na última segunda-feira (21), a cantora disse que foi alvo de insultos com inúmeras declarações envolvendo a tatuagem que fez em sua região íntima.

“Lá vem os bolsonarers (sim, o presidente tem um fã clube) me atacarem com um grandessíssimo insulto mandando eu retocar a tatuagem do meu c*”, começou a artista. “Ainda não desbotou… Quando desbotar eu retoco”, debochou.

Irônica, Anitta afirmou que o presidente do país “tá empurrando no c*” dos brasileiros “sem pena” e completou: “E vocês ainda vão para a rua de motoca pedir mais”. A frase foi em referência às motociatas organizadas em várias regiões do país a favor do governo e do presidente.

Os ataques contra a carioca começaram após o desabafo dela sobre as 500 mil vítimas da Covid-19 no país. “500 mil mortes… É sobre ‘Fora Bolsonaro’, sim! A favor da democracia, da economia, da saúde, da educação, do senso coletivo”, escreveu.

Em maio, dias após a morte do ator Paulo Gustavo (1978-2021), Anitta desabafou sobre o número de vítimas fatais na pandemia e a falta de vacinas adquiridas pelo governo federal.

“Milhões de vacinas recusadas. A morte do Paulo Gustavo e de vários outros brasileiros não foi um acaso. Tinha prevenção e foi rejeitada. Meu Deus, meu Deus”, criticou a famosa.

Confira:

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›