Anitta se revolta com homofobia por parte de religiosos e solta o verbo na web

Anitta
Anitta fez desabafo no Twitter (Imagem: Reprodução / Instagram)

Anitta surgiu revoltada na web e mostrou toda sua indignação pelas declarações e atitudes homofóbicas por parte de religiosos.

“Não, não tenho paciência. Não existe religião, cultura ou bíblia que possa dizer pra um ser humano que Deus tá te pedindo pra repudiar os outros dessa maneira“, iniciou a artista no Twitter

“E não me mande respeitar alguém que não respeita os outros. PONTO. Se você não me respeita eu não te respeito de volta. E um beijo. Porque na minha religião e na minha cultura pode ter gay, travesti, trans, mulher com mulher…e aí, tá respeitando a minha? Então vai-te pro c*@#!”, disparou a cantora, que seguiu:

Veja Também

“Gente… de uma vez por todas. Repudiar LGBTQ+, desejar a ‘cura ou morte’, desejar o fim, a aniquilação de pessoas LGBTQ ou proibir pessoas LGBTQ+ de transitar num ambiente ou de serem eles mesmos NÃO É CULTURA. Não existe ‘respeite a cultura do outro’ porque isso não é cultura”.

Anitta fala o que pensa de Deus

Em seguida, a artista abriu o coração: “Tenho pavor dessa expressão ‘temer a Deus’… temer não é ter medo? Eu vou ter medo de Deus porque se ele é bom? Então eu vou cumprir a bíblia porque eu tenho medo de Deus e do que pode acontecer comigo caso eu não siga essas regras que tão me falando aqui?”.

“Ou eu vou fazer o que eu acredito que seja o caminho do bem e do amor porque eu quero ser uma boa pessoa? Um ser humano bom comigo e com os outros? Eu em vai todo mundo se tratar desse extremismo. Por Deus eu tenho amor e respeito mesmo que medo eu tenho é de coisa ruim. De ódio de preconceito de exclusão”, pontuou.

“Se você realmente acha que Deus ia mandar você odiar ou repudiar o seu irmão (porque é assim que todos se chamam nas religiões né, irmãos, inclusive na minha. E também porque na teoria somos todos filhos de Deus, logo, irmãos) então você precisa ir pra um cantinho do pensamento rapidinho e pensar… perai.. Deus quer amor ou quer coisa ruim? Então será que faz sentido eu fazer meu irmão se sentir um pedaço de merda porque ele é gay? Isso é mandar coisa boa ou coisa ruim pro irmão?”, questionou a famosa.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Carol Bittencourt
Brasileira vivendo em Portugal, Caroline Bittencourt é jornalista, pós-graduada em Comunicação e Design Digital. Atua como redatora e produtora de conteúdo para as redes sociais. Colabora com o RD1 desde 2018. Ama viajar, seja chegando em um novo destino ou em frente à TV assistindo uma boa série.
Veja mais ›