Ao vivo, Gabriel Cartolano sente contrações do parto e se ajoelha de dor no SBT

Gabriel Cartolano
Gabriel Cartolano sente as dores do trabalho de parto ao vivo no SBT (Imagem: Reprodução / SBT)

Mulher não sofre no parto? Vai nessa! Gabriel Cartolano sentiu a dor das contrações do trabalho de parto ao vivo no Vem Pra Cá desta quinta-feira (3). A dor foi tão forte que o apresentador não aguentou a pressão e caiu de joelhos no palco do programa do SBT.

“Vamos ver. O Cartolano tá pronto?”, perguntou Patrícia Abravanel. “Estou um pouco nervoso”, admitiu Cartolano. Responsável pelo experimento, a médica Morgana deu a dica: “Deixa eu pegar essa bexiga aqui. Conforme a dor vai aumentando, você vai apertando a bexiga”.

“Meu Deus do Céu”, reagiu ele. “O Cartolano vai ser um paizão”, considerou Patrícia. O apresentador respondeu e levou um susto com as primeiras dores:

“Eu vou ser um bom pai, mas essa parte aqui eu não quero. Eu troco fralda… Ai meu Deus do céu. Tá doendo. Caramba”.

“Dois centímetros”, avisou a médica. “Nossa senhora! Já está no dez?”, questionou Gabriel. “Quatro centímetros”, informou a doutora. A dor foi tamanha que Gabriel estourou a bexiga de tanto apertá-la. “Seis centímetros!”, disse a médica.

“Gente, ele tá sofrendo mesmo!”, notou Patrícia. “Não dá, para! Tô sofrendo mesmo!”, completou Gabriel Cartolano. “Faz agachamento!”, recomendou a doutora. “Tô sofrendo, tô sofrendo!”, declarou ele, que não aguentou a dor e caiu de joelhos no chão.

A médica parou o equipamento assustada com a reação do apresentador. “É sério, Cartolano?”, questionou Patrícia. “Dói demais isso. Por tudo que é… Por tudo. Essa é a dor? É a pior a dor?”, perguntou indignado.

A médica explicou que a dor pode durar 6 horas ou até 18 horas. A informação deixou Gabriel Cartolano impressionado. “Essa nível 10 é absurda! Eu tô tremendo!”, admitiu.

Na terça-feira (1º), durante a fala homofóbica de Patrícia Abravanel, Cartolano mostrou sua visão sobre o assunto: “Quando a gente levanta esse debate, eu fico pensando: ‘Ah, eu sou contra, mas eu respeito’. Eu acho que essa questão, eu acho que você nasce. E quando você nasce, é um direito seu de ser e estar”.

Confira:

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.
Veja mais ›