Aos 65 anos, Fafá de Belém revela vida leve e orgulho de trajetória

Fafá de Belém
Fafá de Belém explicou razão de deixar o cabelo branco (Imagem: Reprodução / Instagram)

Aos 65 anos, Fafá de Belém leva a vida de forma tranquila e não se preocupa com a idade. Em conversa com a Quem, a cantora refletiu:

Nunca sei que idade eu tenho. Acordo com 10, 15 anos, às vezes, muito velha, ou com uma idade que não consigo classificar. A idade nunca foi preocupação minha. Onde a idade pesa? Na reflexão. Os valores ficam mais apurados”.

“A liberdade é maior. Então, acho que ela não pesa. Ela traz uma leveza, uma delicadeza e uma segurança. Quando somos jovens, pisamos muito em ovos. A maturidade lhe traz uma solidez, que eu acho que é fundamental. Adoro minha vida. Tenho orgulho de cada passo, cada momento que eu vivi”, garantiu.

Veja Também

Com os fios completamente brancos, a artista contou como decidiu parar de pintar as madeixas. “Meu cabelo expulsa a tinta muito rápido. Era um saco ficar com aquela tinta, parecendo cabelo mal pintado. Era horrível. Aí, comecei a perceber as mulheres na Europa com os cabelos brancos“, contou.

Quis começar a usar, mas encontrei uma resistência no meu entorno, nas pessoas que cuidavam de mim. Quando veio a pandemia, tive que deixar um pouco o cabelo grisalho para um filme da Thalita Rebouças que eu fiz. Queriam que eu usasse uma peruca e eu falei que não. E comecei a tirar a tinta do meu cabelo desde então“, explicou.

Fafá de Belém fala sobre vida discreta

A cantora, que além de viver de forma leve também dá diversos passos longe da mídia, revelou a razão de agir assim: “Isso eu aprendi com meus pais ainda criança, que me passaram que roupa suja não era para ser lavada na rua, que não queria ouvir na boca de outras pessoas questões da nossa intimidade”.

“Nós temos a vida muito exposta e invadimos a casa das pessoas, chegamos de uma forma pelos veículos de comunicação e agora internet“, pontuou.

Chegamos nos corações das famílias, mas isso não quer dizer que eu não tenha que abrir os meus amigos, a minha família, os meus relacionamentos e muito menos meus amores. Sou uma namoradeira, adoro ser, sempre fui. Adoro ser atropelada por grandes paixões. No momento, não estou apaixonada, mas estou atrás de uma paixão me atropele, porque titia tá on (risos)”, confessou.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›