Após ataque a gays, Sikêra Jr e chefão da RedeTV! serão intimados pela polícia

Sikêra Jr
Sikêra Jr é alvo de abertura de inquérito após homofobia na TV (Imagem: Reprodução / RedeTV!)

No olho do furacão por causa do seu ataque desenfreado contra a comunidade LGBTQIA+, Sikêra Jr e seu chefe imediato na RedeTV!, Franz Vacek, devem ser intimados a depor na delegacia muito em breve. O tema da conversa, claro, o fato do apresentador ter chamado gays de “raça desgraçada”.

Segundo informações do jornalista Leo Dias, do Metrópoles, a 3ª DP da Polícia Civil de Osasco, em São Paulo, abriu inquérito criminal após o ativista Agripino Magalhães registrar uma queixa por homofobia contra o jornalista e a emissora paulista.

No boletim de ocorrência, o ativista da causa LGBTQIA+ cita outros episódios de intolerância do contratado da RedeTV!. A denúncia de Magalhães foi motivada pelo episódio no qual Sikêra Jr xingou terrivelmente a comunidade.

No último dia 25, o bolsonarista causou polêmica e chamou gays de “raça desgraçada”. Na ocasião, ele atacou a comunidade LGBTQIA+ por causa de uma propaganda feita por uma rede de fast food.

“Vocês precisam de tratamento! Que tara é essa de pegar as crianças do nosso Brasil?”, questionou o apresentador.

“A gente está calado, engolindo essa raça desgraçada, mas vai chegar um momento que vamos ter que fazer um barulho maior. Deixa a criança crescer, brincar, descobrir por ela mesma. O comercial é podre, nojento”, disparou.

“Isso não é conversa para criança. O cara que criou essa campanha é um vagabundo. Nojo de vocês. Isso é pedofilia e abuso infantil”, acusou.

Até o momento, as marcas Olina, AmazonGás, MRV Engenharia, HapVida, Tim Brasil, Magazine Luiza, Nivea Brasil, Ford Brasil, Betsul, Casas Bahia, Novo Mundo, Delinea Corpus, Caixa, Yamaha, Faculdade Única, Ipok, Flex Farma e Sorridents encerraram o vínculo comercial com Sikêra.

O apresentador do Alerta Nacional teve sua conta no Instagram banida. A rede social recebeu diversas denúncias e acabou tirando o perfil dele do ar na terça-feira (06). A atitude foi tomada após um vídeo polêmico divulgado.

Na legenda, ele disparou: “Mulher, se você passou em frente a uma obra e nenhum pedreiro assobiou… acabou para você!”. Seus seguidores riram da situação, mas os internautas mais conscientes não acharam nenhuma graça e fizeram questão de denunciar.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›