Após morte do filho, Walkyria Santos revela que vai lutar por lei contra ciberbullying

Walkyria Santos
Walkyria Santos perdeu o filho após ele sofrer ataques homofóbicos nas redes sociais (Imagem: Reprodução / Instagram)

ALERTA GATILHO: Este texto aborda assuntos como depressão e suicídio. Se você se precisa de ajuda, procure um médico, psicólogo, amigo, familiar ou o CVV – Centro de Valorização da Vida (ligue 188).

A cantora Walkyria Santos fez uma live nesta quinta-feira (5) para conversar um pouco com seus fãs sobre os dias difíceis que está enfrentando. Visivelmente abalada e inconformada com a morte do filho Lucas, que se matou após sofrer uma série de ataques homofóbicos no Tik Tok, a famosa deixou claro que pretende fazer algo sobre o ciberbullying:

“Hoje está mais difícil que ontem. A gente não para de chorar, a dor não passa, não. Vou lutar atrás de uma lei. Uma lei que vai ter o nome do meu filho, do meu anjo”.

Ela ainda pediu que os fãs ajudem a denunciar as páginas falsas que estão criando de Lucas. “Se vocês puderem denunciar esses perfis que estão aparecendo. O povo não tem o que fazer, meu Deus“, disse, confessando:

“Aqui está muito difícil, a gente nem pode chorar. Uma hora quer chorar por causa das crianças. Não posso chorar na frente da minha filha, que fica nervosa. Do meu sobrinho… Não queira perder um filho, não. É uma dor muito grande. Só Deus”.

Para quem não acompanhou o caso, Lucas, de apenas 16 anos, se matou na última terça-feira (03), após receber diversas críticas por um vídeo que postou em seu perfil no Tik Tok. Ao falar sobre a tragédia, Walkyria explicou:

“Hoje, dia 3 de agosto de 2021, eu perdi meu filho, uma dor que só quem sente vai entender. E isso é sobre o último post que eu havia feito, os comentários. Ele postou um vídeo no TikTok, uma brincadeira de adolescente com os amigos, e achou que as pessoas fossem achar engraçado, mas não acharam, como sempre as pessoas destilando ódio na internet. Como sempre as pessoas deixando comentários maldosos. Meu filho acabou tirando a vida”.

Eu estou desolada, eu estou acabada, eu estou sem chão. Mas estou aqui como uma mãe pedindo para que vocês vigiem e fiquem alerta. Eu fiz o que pude. Ele já tinha mostrado sinais, eu já tinha levado a psicólogo, mas foi isso, foram só os comentários na internet, nesse TikTok nojento que fez (sic) que ele chegasse a esse ponto“, revelou.

Eu estou desolada. Que Deus conforte o coração da minha família e que vocês vigiem que a internet está doente”, disse Santos, abraçando um casaco do filho. O sepultamento do jovem aconteceu na quarta-feira (04), mas a cantora não conseguiu comparecer.

Ela não teve forças para ir ao enterro. Os irmãos [Bruno, de 20 anos, e Maria Flor, de 10] ainda estão digerindo tudo o que está acontecendo“, disse o noivo de Walkyria, Vittor Melo, à Quem.

MAIS LIDAS

Guinho Santos
Guinho Santos é formado em Jornalismo e escreve sobre o universo das celebridades há dez anos. Reality show, bastidores da TV e novelas também são seus pontos fortes. Além disso, possui experiência como Social Media e apresentador. Seu canal na web é através do Instagram @guinhosantos__.
Veja mais ›