Após perder bebê prematuro, Maria Lina desabafa sobre convívio com crianças

Maria Lina
Após perder bebê prematuro, Maria Lina desabafa sobre convívio com crianças (Imagem: Reprodução / Instagram)

Após o período traumático envolvendo a morte prematura do filho que teve com Whindersson Nunes, Maria Lina contou que não tem mais se sentido abalada quando está na presença de crianças e mulheres grávidas.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

No Instagram, a influenciadora digital afirmou que conseguiu colocar de uma vez por todas uma pedra em cima do trauma.

“É um assunto muito bem resolvido pra mim. Quando não era bem resolvido, eu aparecia aqui chorando, triste. Eu amo estar nesses ambientes. Eu amo grávida, amo neném. Me faz muito bem”, declarou.

publicidade

Veja Também

“A famosa explicou que conseguiu superar a fragilidade fazendo terapia: “É claro que não foi um processo do dia pra noite. Quando aconteceu tudo, fiquei uns dois meses sem me sentir bem vendo grávidas e bebês. Só que eu fiz muita terapia”.

“Foi um processo muito longo de recuperação. Eu me tratei da forma certa, vivi o luto como tinha que ser vivido. Terapia, médicos, minha família, Deus, meus amigos… curei isso dentro de mim”, completou.

Veja:

Maria Lina
Após perder bebê prematuro, Maria Lina desabafa sobre convívio com crianças (Imagem: Reprodução / Instagram)
publicidade

Maria Lina fala sobre término com Whindersson Nunes

Em entrevista recente para o podcast da influencer Evelyn Regly, Maria Lina comentou sobre o término com Whindersson. A famosa, na ocasião, contou que não sabe do motivo do término.

Muito difícil porque quem quis [terminar o relacionamento] foi ele. Passamos por um baque muito grande, então prefiro não tentar saber o motivo”, revelou a influenciadora, que completou:

“Ele é uma pessoa que tem os problemas dele, eu tenho os meus. A gente viveu um relacionamento, só a gente sabe o que passamos. Não sei o que causou, é uma mistura de muita coisa. Não o julgo, já o perdoei, porque amor é isso”.

publicidade

Maria ainda comentou a morte do filho um dia depois do parto prematuro: “Foi tão difícil perder o meu filho, e ele não tem culpa de nada, mas de qualquer forma, perder o pai do meu filho também”.

“Eu não queria levantar, não queria trabalhar. Às vezes me dava saudade do meu filho, e eu convivi apenas 30 horas com ele”, lamentou.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Álvaro PenerottiÁlvaro Penerotti
Álvaro Penerotti sempre foi bastante engajado a tudo que envolve o mundo da TV e Famosos. Com intensa vivência na área de jornalismo e mídias sociais, já trabalhou em rádio e também em importantes veículos de comunicação na web. Pode ser encontrado nas redes sociais por meio do @AlvaroPenerotti.