Após polêmica em 2018, SBT separa Maisa e Raul Gil no Teleton

Raul Gil
Raul Gil apareceu no Teleton 2019 uma hora após a saída de Maisa Silva (Imagem: Bruno Correa / SBT)

Ao contrário do ano passado, Raul Gil e Maisa Silva não estiveram juntos no palco do Teleton 2019. Os dois, que dividem as tardes de sábado do SBT, protagonizaram um momento constrangedor na edição da maratona em 2018.

De olho em uma possível nova polêmica, a produção do canal paulista não uniu os dois no palco e colocou um intervalo de quase uma hora entre a saída de um e a chegada do outro.

Enquanto Maisa entrou no palco no meio da tarde ao lado de Danilo Gentili, Otaviano Costa e Larissa Manoela, o vovô Raul só pisou no palco no final da tarde, por volta das 17h30, quase 1 hora após a saída da apresentadora teen.

Diferente da jovem, que passou grande parte da tarde no palco pedindo doações, a participação de Raul durou apenas trinta minutos. Ronnie Von, sem vínculo com qualquer canal, passou mais tempo no ar.

Entenda a polêmica

Na edição passada, o apresentador fez palanque da vitória de Jair Bolsonaro na disputa à Presidência da República. Ele soltou frases como “os ladrões do povo estão sumindo” e que “o homem chegou aí, meu!”, em referência ao atual presidente.

Raul pediu que Bolsonaro fizesse doações e enquanto isso Maisa, impaciente, olhou para a produção e cortou o discurso do veterano. “Qual é o valor do cheque?”, questionou, aguardando a quantia a ser exibida para subir o número no placar de doações.

Trinta minutos depois da sua chegada no palco, a produção pediu para que Raul Gil se despedisse. “Acho que não tô agradando! Faz meia hora que eu entrei e já vou embora”, reclamou, ao vivo. Ele, chateado, foi embora e não se despediu do público.

Na época, o mal-estar foi explicado por Maisa Silva: “Um programa ao vivo tem gente mandando você ir mais rápido a todo instante. Eu apenas tava seguindo o que me falaram no ponto!”.

Ludmilla vai ao Teleton com tropa de choque e poucas palavras

Ludmilla passou pelo Teleton 2019 na tarde deste sábado (26). A cantora, que dividiu o palco com Otaviano CostaMaisa Silva e Larissa Manoela, passou “quase batida” pela sala de imprensa e de afiliadas do SBT. Acompanhada por um batalhão – de maquiador a segurança –, Lud deixou o ambienta rapidamente, a caminho do palco, respondendo, monossilábica, à primeira e única pergunta do RD1.

Questionada pelo repórter Reuber Diirr sobre sua estreia como apresentadora no SóTocaTop de verão, Ludmilla respondeu apenas “vou, vou”.

Conforme divulgado pela Globo, as edições do SóTocaTop que abrem 2020 serão gravadas em externa, na Marina da Glória, Rio de Janeiro. Ludmilla e Mumuzinho vão estrear como apresentadores nesta nova versão do musical.

Mumuzinho acumulou experiência no palco com participações no Esquenta, de Regina Casé. Já Ludmilla, embora com anos de carreira e presença marcante em quadros como Show dos Famosos, no Domingão do Faustão, nunca atuou como apresentadora.

O SóTocaTop conta hoje com as irmãs Maiara e Maraísa, que também eram “inexperientes” quando assumiram a função; Fernanda Souza, Luan Santana, Iza, Toni Garrido, Lucy Alves e Wesley Safadão já passaram pelo projeto. A atração veiculada nas tardes de sábado propõem reunir os artistas mais tocados do momento nas rádios e nas plataformas digitais, além de promover lançamentos.

Cabe lembrar que a Globo já gravou o Caldeirão do Huck na praia, durante os primeiros meses do ano – uma ideia similar à do H, apresentado por Luciano Huck na Band. Anteriormente, em 1986, o programa Mixto Quente foi todo gravado nas areias das praias como a da Macumba e a do Pepino, no Rio de Janeiro; a atração reunia o melhor do rock nacional, então em destaque no cenário musical.

Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter e escreve semanalmente para a coluna Você Sabia?. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.

WordPress Lightbox