Após polêmica, Felipe Neto faz desabafo sobre “pior dia do ano” e depressão

Felipe Neto
Felipe Neto desabafou sobre depressão e dia ruim (Imagem: Reprodução/ Instagram)

Felipe Neto usou o seu perfil do Twitter para fazer um longo desabafo. Depois de polemizar ao defender Enzo Celulari, o youtuber revelou que viveu o “pior dia do ano” nesta quinta-feira (27), quando recebeu muitos comentários negativos.

“Hoje foi o pior dia do ano pra mim. Não tem saúde mental o suficiente no mundo pra lidar com as paradas que eu tive que ler. Não é me fazendo de vítima, tem gente muito pior que eu, que sofre coisas muito piores todos os dias. Tem gente com fome, tem gente na merda. Mas é isso. Hoje foi fod*”, desabafou o influenciador.

O famoso ainda ironizou alguns seguidores: “Mas eu entendo… É que não é setembro… Então tudo bem falarem as coisas que falaram. Em setembro geral posta que se importa”.

Horas depois, Felipe Neto voltou a falar sobre o assunto em seu perfil, mas foi ainda mais profundo e discursou sobre sua depressão.

“Eu não sentia os sintomas da minha depressão há um bom tempo por causa da medicação e terapia. Hoje senti tudo exatamente igual a antes do tratamento. Tô começando a me sentir melhor agora. Essa doença não vai embora e é uma MERDA saber q ainda pode ser ativada“, disparou ele.

O famoso seguiu: “Dia inteiro querendo sumir, sentindo que sou um lixo, uma fraude, um bosta que só teve sorte… Que nada vale a pena, que não mereço nada, que ninguém gosta de mim de verdade, que o melhor era mesmo deitar na cama e não levantar mais. Pior é não saber se amanhã vou acordar bem”.

“Não tive força pra comer, comi quase nada o dia inteiro, a comida parece que é um peso, um sacrifício. A sensação profunda e dilacerante de tristeza e ódio, lá no fundo, muito ódio e muita muita tristeza. Como se tudo no mundo estivesse certo e eu que sou um erro”, afirmou ele.

O influenciador ainda seguiu dizendo que a experiência com a depressão o faz ter alguns “truques” para controlá-la. “O primeiro deles: saber que eu estou tendo uma crise depressiva e tudo que meu cérebro pensar nesse momento é falso, mentiroso, sabotador. Então tentar desligar absolutamente todos os pensamentos e focar no agora. Apenas no agora”, destacou.

“O segundo: enfrentamento. Eu não conseguia produzir absolutamente nada, a criatividade foi pro inferno, a vontade foi zero de fazer qlq coisa. Então liguei a câmera e gravei um vídeo do canal sem pensar. Quando sair o vídeo ‘piores tiktoks’, saibam que foi gravado hoje, nesse estado”, declarou.

“O terceiro: desvio de foco. Depois de gravar, senti como se tivesse corrido uma maratona. Exausto, sem força, vazio. Porém aliviado. Peguei um livro e li por horas e horas e horas. É uma atitude escapista, mas funciona pra mim”, completou.

Luiz Fábio AlmeidaLuiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e responsável pela coluna "Do Fundo do Baú", publicada às quintas-feiras no RD1, com conteúdos marcantes da história da TV brasileira. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]
Veja mais ›