Após polêmicas, Luísa Sonza alcança maior estreia de 2021 e comemora

Luísa Sonza dá volta por cima (Imagem: Reprodução / Instagram)

Luísa Sonza foi alvo de muitas críticas desde o início da sua carreira e lançou o Doce 22 como uma resposta artística a todos que tentam prejudicar o seu trabalho. Para a surpresa de todos, porém, o saldo foi bastante positivo.

Em seu perfil no Instagram, a loira comemorou o fato do lançamento já ter se tornado, até agora, a maior estreia do ano de 2021 e fez questão de enxergar a conquista como uma vitória acima dos seus medos.

“Doce 22 se tornou a maior estreia de 2021 e o 3° álbum com a melhor estreia nacional da história, foram mais de 5,1 milhões de streams em 24h, todas as músicas no top 70 do Spotify. Obrigada e assistam os clipes de VIP e Melhor Sozinha no meu canal… É só o começo!”, vibrou.

Nos comentários, ela recebeu o apoio dos seus milhares de fãs. O álbum, segundo a própria Luísa, foi criado como uma forma de superar suas fragilidades.

Uma das músicas, inclusive, fala sobre o término de seu casamento com humorista Whindersson Nunes e se chama Penhasco, segundo a coluna de Leo Dias, do Metrópoles.

A artista, que de acordo com o colunista escreveu a letra da faixa durante uma viagem de avião logo após terminar a relação com o humorista, revela na canção o que sente pelo ex-esposo.

No início da música, a artista dá a entender que foi abandonada pelo amado. “Quando segurei sua mão você soltou a minha. E ainda me empurrou do penhasco”, diz um trecho inicial da faixa.

Sonza, que canta não sentir raiva do ex, ainda afirma: “Cê sabe bem quem eu sou. Sabe que se chamar eu vou”.

Vale lembrar que o lançamento de Doce 22 foi adiado pela cantora após os ataques que ela sofreu nas redes sociais depois da morte do filho de Whindersson Nunes.

Após passar um período offline, Luísa Sonza voltou ao Instagram e anunciou: “18 de julho. Nasci às 23h55 desse dia. Isso significa que no dia 18 vou ter 22 anos até os cinco minutos antes da meia-noite. Dito isso, não faria sentido (pelo menos não na minha cabeça sistemática) lançar o álbum depois dos 22. Dia 18 é a data limite. Os 45 do segundo tempo. Não dá pra adiar ele mais do que isso”.

“Vou lançar ele a meia-noite do dia 17 pro dia 18. Meu último dia com 22. E, bem, de certa maneira estou ansiosa pra mostrar o que fiz pra vocês e principalmente pra mim, na verdade. Talvez vocês nem entendam nada neste álbum, ou entendam ele todo errado. Ou talvez vocês finalmente possam me entender. E se vocês entenderem, podem explicar pra mim? Porque eu acho que ainda não entendi nada. Mas eu sei que sinto cada parte desse álbum dentro de mim. No final é isso que importa”, completou.

“Eu quero que as músicas desse álbum não sejam sobre minha vida, sejam sobre a nossa. Quero que esse álbum seja sobre nós. Sobre você, suas vivências. Quero que você sinta esse álbum como eu sinto, seja lá o que você já viveu, que esse álbum te conforte, te divirta, te faça chorar, te faça se sentir sexy, te faça sentir raiva, coragem, prazer, poder, dor, força, muita força de preferência. Que esse álbum te faça sentir. Enfim, é isso. Voltei”, finalizou.

Confira:

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

Lucas Medeiros
Lucas Medeiros é formado em Comunicação Social e escreve sobre o dia a dia da TV.
Veja mais ›