Após ser chamado de sem caráter, Carlos Vereza é derrotado na Justiça por José de Abreu

Carlos Vereza
Carlos Vereza perde ação em guerra judicial contra José de Abreu (Imagem: Reprodução – Globo / Montagem – RD1)

Há pouco mais de um ano, José de Abreu e Carlos Vereza protagonizaram um barraco na internet por causa de Regina Duarte e do seu “sim” ao casamento político com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Na época, ela aceitou o convite para a Secretaria de Cultura e promoveu um racha no meio artístico.

Em janeiro de 2020, a troca de farpas entre os atores causou o início de um imbróglio judicial. Vereza se sentiu ofendido e acionou o colega na Justiça com uma queixa-crime. A ação passou a correr na 34ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio e foi rejeitada no mês passado.

O juiz Rudi Baldi Loewenkron entendeu que o réu, no caso José de Abreu, não cometeu os crimes alegados pela defesa de Vereza. Para o magistrado, “arremessar uma bengala na colega de trabalho não importa de forma evidente na prática fato definido como delito, pois não há notícia de um resultado (ofender a integridade corporal ou a saúde de outrem)”. Ele ainda expôs na decisão:

“Não se tem informação sequer de que tenha atingido o alvo (pessoa em direção a quem teria sido arremessada), nem de lesão física ocorrida. Não há esclarecimentos das circunstâncias, o que também impede a tentativa do tipo penal. Portanto, trata-se de fato atípico”.

Para o juiz, o bate-boca na internet não causou abalo na reputação de Carlos Vereza. “A palavra fascista, considerada pelo apelante para caracterizar o crime, é um adjetivo. Apoiar fascista não é um fato, um acontecimento, é um termo que se utiliza de forma pejorativa. Porém, não configura o crime em tela porque não foi atribuído ao querelante um fato ofensivo à sua reputação”, constatou.

Na época da crise entre Carlos e José, o primeiro pediu para que o outro respeitasse a escolha de Regina Duarte. “Alô, José de Abreu! Respeite a Regina Duarte! Respeite as escolhas diferentes das suas! Sempre te tratei com afabilidade, aceitando seu ponto de vista em questões ideológicas. Por que vibrar sempre no ódio, nas baixas energias? Procure em você o lado mais generoso, que, com certeza, possui”, declarou.

“Embora não acredite, estamos numa democracia, 57 milhões de eleitores fizeram uma escolha, assim como você. Esqueça os tristes adjetivos, o país carece de amabilidade. Espere, calmamente, até 2022 e vote nos seus candidatos”, ironizou.

Em resposta, José de Abreu chamou os colegas de fascistas. “Meu caro colega, Carlos Vereza. Achei muito bonito seu apelo para que eu respeite Regina Duarte. Mas, infelizmente, eu não respeito nem fascistas nem quem os apoia, como você e ela”, disparou.

O ex-global se revoltou e chamou Vereza de sem caráter. “Achei bonita sua hipocrisia, sua falta de caráter e memória, digna de um esclerosado que costuma falar com supostos aliens, considerados ‘espíritos superiores’ que vieram visitá-lo em discos voadores, como se pode ver em um vídeo postado na rede”, cutucou.

Confira:

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›