Após ser indiciado, haters criam campanha contra Felipe Neto na web

Felipe Neto
Felipe Neto sofre duros ataques na internet (Imagem: Reprodução / YouTube)

Felipe Neto foi alvo de eleitores da direita após a notícia do seu indiciamento pela Polícia Civil do Rio de Janeiro. Desde a última sexta-feira (6), parte da web levantou a campanha “Famílias contra Felipe Neto”, com ataques direto ao trabalho do youtuber na internet.

O ativista político foi indicado pela da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI) “por corrupção de menores”. Em nota, a assessoria da polícia disse que a ação ocorreu após expediente do Ministério da Justiça após indícios de que Felipe teria divulgado material impróprio para crianças e adolescentes em seu canal.

Em reposta ao G1, o empresário defendeu que se tornou alvo de “falsas acusações e desinformações” praticadas por “membros da extrema-direita”, em sua maioria, eleitores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Na campanha da internet, Felipe Neto foi chamado de “verme” e atacado por bolsonaristas. “Será que as marcas têm noção do quanto queima o filme com o público, principalmente com os pais, ter seu nome associado a pessoas que são acusadas de corromper menores?”, questionou uma.

Em nota divulgada nas redes sociais, o carioca afirmou que o indiciamento foi “baseado em denúncias caluniosas feitas pela articulação do ódio bolsonarista”. Segundo ele, “um delegado decidiu me indiciar sem apurar nada ou fazer qualquer investigação”.

Confira a repercussão na web:

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›