Edir Macedo
O bispo Edir Macedo foi centro de mais uma polêmica (Imagem: Reprodução / Instagram)

Após a repercussão negativa do vídeo em que o bispo Edir Macedo aparece dando um sermão durante um culto, a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) posicionou-se publicamente e alegou que a fala do religioso foi tirada do contexto.

Em contato com a coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, a igreja alegou que a fala de Macedo aos fiéis serviu “apenas ao preconceito religioso contra a Universal e seus 8 milhões de fiéis e simpatizantes no Brasil”.

O trecho viralizou nas redes sociais e foi alvo de várias críticas. “Eu não creio que o Espírito Santo queira palmas. Ele quer que você nos ajude a pagar as nossas contas. Amém? Ele quer que você bata a mão no bolso”, falou Macedo aos fiéis.

Sobre o vídeo, a IURD revelou ser antigo, de 2018. Além de dizer que a fala foi tirada do contexto, a igreja afirma, em nota, que o dízimo não foi criação da Universal, e sim, um ensinamento bíblico.

“Quem devolve o dízimo, o faz por obediência à palavra de Deus. Nem aqueles que têm ódio da Universal e dos demais cristãos, nem o jornal Folha de S. Paulo precisam se sentir obrigados a praticar a fé cristã, mas não têm o direito de debochar quem opta por obedecer às sagradas escrituras”, disse a igreja.

Veja o vídeo:

Felipe Neto instiga briga entre Jair Bolsonaro e Edir Macedo

Tudo começou com uma declaração de Jair Bolsonaro, que desvalorizou os mais recentes filmes nacionais. Felipe Neto, sempre atento aos assuntos em alta, marcou o bispo Edir Macedo num tweet que repercutia a polêmica fala do Presidente da República.

De acordo com a Folha de S.Paulo, numa transmissão ao vivo em suas redes sociais, Bolsonaro alfinetou os filmes “feitos para minorias” e disse o seguinte: “Há quanto tempo a gente não faz um bom filme, não é?“.

O youtuber citou o tweet da notícia inteira e alfinetou o bispo, que por sinal é dono da Record: “Ae Bispo Macedo, falou que teus filmes são uma bosta“.

Em 2018, Edir lançou nos cinemas uma cinebiografia, Nada a Perder, com polêmicas em torno da venda dos ingressos, que tornaram a produção a mais vista daquele ano.

Garoto, tu está querendo treta uma hora dessas?“, respondeu um seguidor de Felipe Neto, divertindo-se com a indireta. Outra internauta criticou os filmes do religioso: “Até as lendas urbanas do Gugu são melhores que os filmes do Didi Macedo“. Nenhum dos dois citados se pronunciou.

Você está ficando de fora...

Não perca nada!

Saiba tudo o que está em alta no Instagram dos Famosos.

SIGA AGORA