Silvio Santos
Silvio Santos não quis “explorar” velório de Gugu (Imagem: Divulgação / Montagem – RD1)

Colaboração: Reuber Diirr

O SBT causou polêmica ao fazer uma “cobertura discreta” sobre o velório de Gugu Liberato. Após homenagens no último domingo (24), a emissora de Silvio Santos optou por não transmitir o último adeus do ex-contratado.

Questionado sobre o assunto, Dudu Camargo revelou o motivo ao RD1. Segundo ele, toda a equipe de jornalismo estava preparada para fazer uma ampla cobertura nesta quinta-feira (28), mas foi surpreendida com a ordem de cima.

“Foi ordem do Silvio. Estávamos com a cobertura preparada para acompanhar a chegada do corpo, mas perguntamos ao Silvio se poderia derrubar a grade e ele decidiu que não”, informou o apresentador do Primeiro Impacto.

“Não é que o SBT não deu a devida importância, mas a gente respeitou a família. As outras emissoras estavam abusando do assunto. Ele justificou que o SBT não precisa fazer isso”, destacou o profissional.

“A homenagem já foi feita e o carinho por Gugu o público já sabe. Foi uma ordem do Silvio e todos nós entendemos essa ordem”, completou. Na mesma entrevista, Dudu revelou o motivo de Silvio não ter comparecido ao velório.

“Silvio Santos queria muito vir e comparecer aqui hoje, mas ele está enfrentando uma gripe. Queria vir de qualquer jeito, mas a Iris não permitiu, porque está frio em São Paulo”, revelou.

Dudu Camargo se compara a Gugu Liberato

Dudu Camargo, que participou da cobertura do SBT sobre a morte de Gugu Liberato, esteve presente no velório do apresentador e desabafou, dizendo que as histórias dos dois na televisão se confundem.

Em conversa com o RD1, o jornalista disparou: “Demora a cair a ficha. Quando aconteceu o acidente, a gente achava que logo logo ele estaria bem, mas depois foram confirmando que o caso era grave e irreversível”.

“A gente não podia confirmar o que de fato estava acontecendo por respeito à família e por aguardar a assessoria se pronunciar, mas a gente ficava angustiado e tentava passar alguma esperança ao público”, revelou.

“Depois, começamos a torcer, mas não teve jeito infelizmente. Ele tinha 60 anos mas nem aparentava. Infelizmente perdemos e o Brasil vai sentir muita falta”, continuou, destacando que começou na TV ao lado do loiro.

“Eu acompanhava o Gugu desde os 13 anos, quando participava do Lendas Urbanas e via os bastidores. Ele praticamente dirigia o programa, não só apresentava, mas acompanhava se o público estava gostando, vendo o conteúdo que ia ao ar”, relembrou.

“Ele sempre teve esse cuidado por ter começado muito cedo na televisão. Até por isso me identifico com ele. Ele ganhou essa oportunidade do SBT que hoje estou tendo. Até o nome é parecido (Gugu e Dudu)”, ressaltou.

“As pessoas veem a história dele sendo relembrada agora [comigo]. Quando o Gugu faleceu, as pessoas vieram com mensagens carinhosas, dizendo que confundem as histórias, até com a história do Celso Portiolli também”, continuou.

“O SBT tem essa marca de ser uma emissora família, que dá oportunidades para quem lá está. Por isso é uma emissora tão querida e o Gugu é tão querido. Perdi alguém que me inspirava”, elogiou.

“Além de apresentador, Gugu era muito criativo, se envolvia com os projetos e programas, se o mercado e o público estavam se agradando. Nossas histórias se confundem porque amamos televisão”, deixou claro.

“Ele não se envolvia em polêmicas, era muito reservado, e o que se destacava era a vida profissional”, finalizou, emocionado.

Você está ficando de fora...

Não perca nada!

Saiba tudo o que está em alta no Instagram dos Famosos.

SIGA AGORA