Armandinho admite crise financeira e faz críticas a quem fura isolamento social

Armandinho
Armandinho admite crise financeira e faz críticas a quem fura isolamento social (Imagem: Reprodução / Instagram)

As consequências preocupantes da pandemia do novo coronavírus já não são mais segredo para ninguém e Armandinho tem sofrido algumas delas. O cantor de 50 anos parou para refletir sobre essa fase complicada do mundo e revelou uma crise financeira preocupante, em meio a críticas.

Em seu perfil do Instagram, com mais de 800 mil seguidores, o artista começou relembrando o último trabalho que fez, num palco vazio: “Esse foi meu último show do ano em Joinville [em Santa Catarina] numa live sem público. Não trabalho desde março, tive um show cancelado semana passada“.

Com isso, veio a falta de dinheiro para quem trabalha para ele, com a falta de oportunidades. Por isso, Armandinho criticou aqueles que tem furado o isolamento social, que previne a Covid-19: “Meus funcionários mandam foto da geladeira vazia e tem gente dando mega festa pra milhares de pessoas sem máscara. Inclusive com artistas de grandes gravadoras sendo cúmplices dessa sacanagem“.

Internet deu voz pra muita gente que promove a vida e outros que dão festa escancaradas na cara da sociedade e tiram vaga de leito do Covid-19 de quem realmente precisa. Brasil terra sem lei. E tem gente que paga pau ainda“, continuou o intérprete do hit Desenho de Deus, revoltado com a situação da saúde nos dias de hoje e com o descaso de uma parcela da população.

Uma internauta elogiou a atitude de Armandinho: “O mundo é dos honestos, essa paz você carrega“. Outra fã, que recebeu de volta um emoji de beijinho, também enalteceu o ídolo: “Obrigada pela consciência coletiva e humanitária. Precisamos de mais artistas como você“. A ex-panicat Ana Paula Minerato veio com emojis de aplausos.

Confira:

Matheus Henrique MenezesMatheus Henrique Menezes
Oficialmente redator desde 2017. Experiências como editor e social media. Já escrevi sobre famosos, TV, novelas, música, reality show, política e pauta LGBTI+. Vídeos complementares no YouTube, no canal Benzatheus.
Veja mais ›