Atriz de Gênesis tira a roupa em strip-tease com cenas ousadas no Prime Video

Ingrid Conte atuou em Gênesis (Imagem: Divulgação / Record)

Atriz da novela Gênesis, superprodução bíblica da Record, na pele da personagem Elisa, Ingrid Conte mostrou toda sua versatilidade ao surgir de forma bem diferente na série Dom, do Prime Video.

Ela está com 35 anos de idade e, enquanto interpretava uma moça romântica e pura na trama bíblica, passou a interpretar uma stripper de pole dance chamada Jessika no serviço de streaming.

Em entrevista ao Notícias da TV, a famosa falou sobre o contraste entre as duas obras e disparou:

“Cada personagem traz um desafio, um universo novo a ser estudado e o mais interessante é justamente poder mergulhar em cada um desses mundos diferentes. Elisa me trouxe alguns desafios como encontrar a doçura e uma certa ingenuidade de uma menina de 18 anos. Jessika me permitiu uma conexão com meu corpo feminino”.

“Ela me permitiu colocar pra fora todo um erotismo que nos é sufocado no dia a dia, porque vivemos numa sociedade em que existe muito abuso físico e emocional e, por isso, vamos silenciando nossos corpos para nos encaixar nessa sociedade patriarcal”, explicou.

“Rolou um certo nervosismo, mas não pela nudez. Era mais uma preocupação em entender como essa nudez seria explorada em cena, como seria a gravação. O Breno Silveira [o diretor] teve toda uma sensibilidade”, prosseguiu.

“Ele reduziu o número de pessoas no set, conversou bastante comigo para saber se eu estava me sentindo à vontade em cena. Quando entendi qual seria o olhar da direção, fiquei bem tranquila”, disse ainda, revelando seus cuidados:

“Eu já me preocupava com minha alimentação e sempre amei fazer atividades físicas. Então, para poder me sentir à vontade em cena com o meu corpo, só dei uma atenção um pouco maior a isso. E fiz algumas aulas de pole dance. Na verdade, eu já tinha conhecido o pole há 11 anos. Fiz alguns meses na época, mas acabei largando. Quando soube que ia fazer a Jessika, na mesma hora retomei as aulas. Isso me ajudou a me soltar para gravar”.

“Sigo apaixonada. Quando fiz aulas pela primeira vez, era só uma atividade física que achava legal e diferente. Hoje representa algo a mais, tem a ver com a retomada de confiança no próprio corpo”, revelou.

“O pole me fez enxergar o quanto eu era e ainda sou presa a várias regras de uma sociedade conduzidas essencialmente por homens. E, por isso, acho o pole, de certa forma, subversivo, por me fazer identificar esses padrões. E, a partir daí, transformá-los em mim”, assegurou.

Além desses dois trabalhos, a atriz também atuou na novela Topíssima, da Record, em 2019, e fez participações em A Força do Querer (2017) e Rock Story (2016). Em Gênesis, sua personagem saiu após o fim da história de Abraão.

Confira:

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›