Audiência da TV: Menosprezo à pandemia afeta Combate ao Coronavírus

Combate ao Coronavírus
Márcio Gomes à frente do Combate ao Coronavírus; atração perde audiência em meio à resistência de setores ao isolamento imposto por pandemia (Imagem: Reprodução / Globo)

No Brasil, a covid-19 já fez mais de 16 mil vítimas. Mas diversos setores da sociedade, de comerciantes a populares, menosprezam dados e insistem na adoção da rotina dita normal que tínhamos antes da pandemia de coronavírus – inflamados por autoridades políticas como Jair Bolsonaro. Neste cenário, o Combate ao Coronavírus, da Globo, vem acumulando baixos índices de audiência, conforme atestam dados aferidos na Grande São Paulo.

Na última sexta-feira (15), o especial conduzido por Márcio Gomes alcançou apenas 6,6 pontos. Foi o segundo pior desempenho da faixa matutina, acima apenas do Bom Dia São Paulo, que amealhou 6,5 de média. O noticiário de Rodrigo Bocardi, porém, é exibido em horário “menos nobre”, das 6h às 8h30; o Combate ao Coronavírus fica no ar das 9h50 às 10h45, sucedendo o Bom Dia Brasil de Ana Paula Araújo (8,5) e antecedendo o Encontro com Fátima Bernardes (7,6).

À tarde, 14,1 do SP1 de César Tralli e 16 para o Jornal Hoje com Maju Coutinho. A Sessão da Tarde anotou 13,4 pontos com o filme Sexta-Feira Muito Louca (2003). Já na faixa noturna, 24 do SP2 com Alan Severiano e 32 para o Jornal Nacional de Renata Vasconcellos e William Bonner. O Globo Repórter, apresentado por Sandra Annenberg, bateu novo recorde: 25,7 de média.

S.W.A.T. consolidou 15,1 pontos para a Sessão Globoplay. Em seguida, 9,8 do Jornal da Globo de Renata Lo Prete e 7,4 para a série Quantico. O Corujão emplacou 5,7 com Reza a Lenda (2016), 4,1 de Qual É a Aposta? (2015) e 3,2 com K9 – Uma Aventura de Natal (2013).

Cabe lembrar que Combate ao Coronavírus será extinto na próxima sexta-feira (22). A partir de segunda-feira (25), o Encontro passa a entrar às 10h, ampliando as interações com o jornalismo através do G1. A atração de Fátima também promete novos quadros de humor, a volta do Bem Estar e as já conhecidas entrevistas remotas e receitas de Ana Maria Braga no Mais Você.

Duh Secco é “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.

WordPress Lightbox