Avenida Brasil vai dividir Vale a Pena Ver de Novo com Por Amor

Avenida Brasil
Adriana Esteves (Carminha) em Avenida Brasil; Regina Duarte (Helena) em Por Amor: novelas dividem Vale a Pena Ver de Novo (Imagens: Divulgação / Globo)

A Globo vai manter o esquema de “dobradinha” no Vale a Pena Ver de Novo, exibindo os últimos capítulos de Por Amor (1997) antes dos primeiros de Avenida Brasil (2012). A trama de João Emanuel Carneiro, estrelada por Adriana Esteves (Carminha) e Débora Falabella (Nina), volta ao ar em 7 de outubro, segunda-feira; a novela de Manoel Carlos, conduzida por Regina Duarte (Helena) e Gabriela Duarte (Eduarda), chega ao fim na sexta-feira, 11.

Em comunicado oficial, a Globo celebrou o encontro do Leblon de Maneco com o Divino de JEC.

A trajetória de sucesso de ‘Por Amor’ no horário se encerra com cenas históricas, que não perdem a força ao serem revistas em qualquer tempo. A revelação do grande segredo de Helena para Eduarda, reconciliações, redenções e o final das vilãs Branca (Susana Vieira) e Laura (Vivianne Pasmanter) antecedem os primeiros passos da saga de vingança, amor e traição de ‘Avenida Brasil’“, diz o comunicado.

Avenida Brasil é um dos maiores sucessos da história recente da TV. O folhetim acompanha a trajetória de Nina, abandonada quando criança num lixão pela madrasta Carminha e pelo amante desta, Max (Marcello Novaes). Anos depois, ela se infiltra como cozinheira na casa de Tufão (Murilo Benício), o novo marido da vilã. Nina então busca desestabilizar a inimiga; acaba traída, porém, pelo amor que sente por Jorginho (Cauã Reymond), filho adotivo do jogador de futebol e de Carminha.

A novela terá a difícil missão de manter a audiência de Por Amor, a segunda melhor da década no Vale a Pena Ver de Novo – 17,4 pontos, atrás apenas de Senhora do Destino (2004 / 2017), com 18, e empatada com O Rei do Gado (1996 / 2015). Em cena, o gesto de Helena para com a filha, Eduarda: ela troca seu filho vivo pelo bebê morto da herdeira. O que parece ser um ato de amor, contudo, denota extrema crueldade com o pai da criança trocada, Atílio (Antonio Fagundes).

CONTINUE LENDO →

Duh Secco é “telemaníaco” desde criancinha. Em 2014, criou o blog “Vivo no Viva”, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.