Bailarina do Faustão volta a falar sobre prisão e reafirma violência policial

Natacha Horana
Natacha Horana entrará com pedido de investigação de abuso de autoridade (Imagem: Reprodução / Instagram)

Semanas após ser detida em uma casa que havia alugado em Balneário Camboriú (SC), Natacha Horana, bailarina do Faustão, que foi acusada de desacatar policiais, segue negando o desacato e afirmando que foi vítima de violência policial.

Claramente, fui vítima de violência policial, e precisamos dar um basta nesses abusos. Espero que nenhuma mulher, nem ninguém passe pelo que eu passei, é muito traumatizante”, afirmou a dançarina ao UOL.

Querendo justiça, Natacha irá abrir uma ação contra o ocorrido: “Meus advogados vão entrar com pedido de investigação de abuso de autoridade contra os agentes envolvidos na ação e que invadiram o meu quarto, me algemaram e me levaram para a delegacia a força, sem qualquer justificativa. É o primeiro passo para reparar esse erro e essa injustiça”.

Lembrando da situação, Horana contou: “Não agredi ninguém, nem física nem verbalmente. Apenas fiquei assustada com aquele comportamento e questionei o porquê daquela ação. Também comecei a filmá-los para registrar o tamanho da agressão que estava acontecendo ali. Eles se irritaram com isso e foram ainda mais agressivos”.

Em um comunicado enviado à publicação, a prefeitura de Balneário Camboriú se posicionou:

Esclarecemos que na noite de domingo, 19 de julho, chegou aos órgãos de segurança do município a denúncia de que estava ocorrendo uma festa na Rua 2.100, com cerca de 30 pessoas.

Destaca-se que, há vigentes decretos estadual e municipal que proíbem aglomerações em Balneário Camboriú e outros municípios catarinenses. Decretos restritivos a realização de eventos privados e públicos.

Essas medidas embasam as ações dos órgãos de segurança e da fiscalização do município de Balneário Camboriú que, por parte da comunidade local, estão recebendo dezenas de denúncias diariamente.

Nesse atendimento houve, por parte de uma das participantes da festa, o desacato e uma tentativa de agressão a um servidor público, que teve seu equipamento de trabalho (uma filmadora e um osmo mobile) jogados ao chão.

Toda ação foi registrada, do inicio ao fim, capturadas pelo equipamento de filmagem fixado na farda dos policiais. A ação aconteceu com transparência e foi acompanhada, inclusive, pelo síndico do prédio.

Ressalta ainda, que as equipes que conduziram a mulher até a delegacia testemunharam as constantes manifestações de desacato proferidas pela mulher durante toda condução“.

CONTINUE LENDO →

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.