Bake Off Brasil vive crise de audiência e faz a sua pior temporada no SBT

Bake Off Brasil
Nadja Haddad no comando do Bake Off Brasil; programa tem temporada com baixa audiência (Imagem: Divulgação / SBT)

Em sua sétima temporada, o Bake Off Brasil vem dando alguns sinais de desgaste na programação do SBT. O principal deles é a baixa audiência. O melhor desempenho até agora ocorreu no episódio de estreia, no dia 24 de julho. De lá para cá, o reality garantiu baixos índices ao canal.

A atual edição do programa conduzido por Nadja Haddad tem sofrido para conseguir, pelo menos, a meta de 6 pontos de audiência na média. Até agora, a atração só conseguiu obter 5,8. Além disso, o Bake Off chegou a anotar 4,1 pontos em um episódio. Esse foi o pior desempenho da sua história.

A versão brasileira do formato também já não tem conseguido repercutir tanto nas redes sociais como em outras temporadas. O que ainda garante a permanência do programa na grade do SBT é o comercial.

Apesar da baixa audiência, a sétima edição do Bake Off Brasil, que chegará ao fim no dia 18 de dezembro, ainda tem conseguido anotar resultados superiores aos estreantes do ano Mestres da Sabotagem e Te Devo Essa! Brasil, comandados por Sergio Marone e Dony De Nuccio, respectivamente.

Crise é geral

A situação da debandada de público dos realities do gênero também é observada na Record e Band, que atualmente exibem o Top Chef Brasil e o MasterChef Brasil, respectivamente. Na emissora de Edir Macedo, mesmo com a “ajudinha” de A Fazenda 2021, a terceira temporada do programa de Felipe Bronze está com uma média geral de 4,6 pontos.

Falando nisso

Com No Limite às terças e quintas-feiras, a grade da Globo não oferece, no primeiro semestre, espaço para o Mestre do Sabor. Apesar do retorno financeiro, a competição culinária apresentada por Claude Troisgros “não aconteceu” em audiência.

Vem aí

O Fantástico prepara uma série de novidades para 2022. Dois quadros relacionados à música e a versão televisiva do podcast de Renata Ceribelli estão entre as promessas do “show da vida” para o próximo ano – com Maju Coutinho e Poliana Abritta na apresentação.

Em Música Preta Brasileira, vários convidados vão revelar ao público histórias curiosas sobre tal movimento. Martinho da Vila é cotado para o episódio sobre o samba. Já A Música que Eu Vivi terá personagens da vida real, cujas trajetórias de lutas e alegrias serão transformadas em canções.

O podcast Prazer, Renata será convertido em cinco episódios com a jornada da repórter e do público pelo circuito do prazer no cérebro, da satisfação às frustrações. Por fim, o Fantástico também terá o quadro Com que Roupa Eu Vou?, cuja proposta é entender a história a partir da moda.

MAIS LIDAS

Duh Secco e Luiz Fábio Almeida
A coluna Curto-Circuito é assinada por Duh Secco e Luiz Fábio Almeida, editores-assistentes do RD1 e reúne, de terça a sábado, logo cedinho, o que é e vai virar notícia nas próximas horas envolvendo os movimentados bastidores da TV.
Veja mais ›