Bela Gil põe calcinha absorvente e choca ao mostrar como usa em frente ao espelho

Bela Gil surpreende ao mostrar novidade (Imagem: Reprodução / YouTube)

Adepta de uma vida saudável, Bela Gil surpreendeu ao divulgar um absorvente íntimo diferenciado, uma “calcinha absorvente”, que foi mostrada por ela em uma foto em frente ao espelho.

Na ocasião, a famosa mostrou que a peça impede que o fluxo menstrual, pois possui um material diferenciado, e fez questão de divulgar na prática como a peça íntima funciona.

De costas e com o bumbum em evidência, Bela disparou: “Agora falando sério: use máscara, vacine-se e de quebra repense o uso de absorvente descartáveis. Quem já conhece as calcinhas?”.

Nos comentários, os fãs amaram a ideia e disseram que pretendem aderir. Dias atrás, porém, Bela Gil dividiu com seus seguidores do Instagram uma pose que fez durante uma prática de Ioga.

Bem flexível, a chef de cozinha chamou a atenção ao mostrar o corpo “embaralhado”. Sentada no chão, a filha de Gilberto Gil posou com os braços entrelaçados e com um sorriso largo:

Embaralhando o corpo pra desembaralhar a mente. Valeu prof @pedr0m0ren0 por me relembrar o motivo pelo qual decidi viver a yoga”.

Nos comentários, Moreno Veloso, um dos filhos de Caetano, deixou um elogio para a famosa. “Minha inspiração, a yoguine mais sorridente e assim tudo fica melhor”, afirmou ele. “Ahhh, olha quem fala”, respondeu Bela.

Genteeeeee eu não consigo nem fechar o zíper do vestido, sempre peço ajuda do meu Bem para fechar e para abrir”, brincou uma seguidora. “Que linda”, elogiou outra. “Perfeita”, disse mais uma.

Recentemente, Bela Gil abriu o coração no Instagram para falar sobre a importância da valorização da comida brasileira.

Amante da culinária regional, ela postou fotos dos familiares se deliciando com pratos nordestinos e afirmou:

Sempre senti que nós, como brasileiros, não reconhecemos ou valorizamos a nossa cultura alimentar como poderíamos. Encontramos croissant, pizza, sushi, curry (só alguns exemplos) no mundo inteiro, mas só o Brasil come biscoito de polvilho e tapioca”.

A gente supervaloriza a cozinha dos países europeus e seus produtos de denominação de origem controlada ou protegida, como azeites, queijos e vinhos, enquanto também temos produtos sensacionais que a nossa legislação mal permite que sejam comercializados, como os queijos de leite cru mineiros, mel de abelhas nativas amazônicas e vinhos naturais gaúchos“, explicou.

“E nos contentamos com os terríveis queijos TIPO qualquer coisa, azeites adulterados e por aí vai… A cozinha regional faz a tradição sobreviver aos impasses da globalização e industrialização. A comida é um elemento fundamental para a manutenção de uma cultura”, completou.

Confira:

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›