Bolsonaristas criam campanha contra a Globo após climão na GloboNews

Globo
Globo é alvo de campanha difamatória (Imagem: Reprodução / GloboNews)

A Globo foi alvo mais uma vez dos eleitores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no Twitter. Desta vez, a polêmica foi causada por causa de um erro da jornalista Mônica Waldvogel, na GloboNews, durante uma entrevista no Em Pauta.

Antônio Barra Torres, presidente da Anvisa, foi entrevistado no programa da última quarta-feira (28), e deu um puxão de orelha ao vivo em Waldvogel após um erro de uma pergunta envolvendo o nome de uma diretora da agência reguladora.

A comentarista falou sobre a recém-diretora da agência quando tratou sobre o apoio incondicional que foi dado ao governo federal em meio ao clima político pouco amistoso com relação ao processo de compra das vacinas, principalmente a Coronavac, do laboratório chinês Sinovac.

O clima esquentou durante a entrevista e o apresentador Marcelo Cosme foi obrigado a se envolver. Mônica pediu desculpas pelo erro sobre a diretora, mas voltou ao mesmo assunto quando questionou sobre a politização da Anvisa.

O momento constrangedor, no entanto, não passou batido pelos eleitores do presidente, que mais uma vez saíram em campanha contra a emissora no Twitter com a hashtag “Globo Lixo”. Até a manhã desta sexta-feira (30), o termo foi um dos mais comentados.

Confira a repercussão na web:

CONTINUE LENDO →

Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter e escreve semanalmente para a coluna Você Sabia?. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com