Bolsonaro debocha de apelo importante de Leonardo DiCaprio: “Eu te perdoo”

Bolsonaro
Bolsonaro debochou de apelo de Leonardo DiCaprio (Imagem: Reprodução – Instagram / Montagem – RD1)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) usou as redes sociais, nos últimos dias, para responder ao apelo de Leonardo DiCaprio para que os jovens brasileiros participem das eleições deste ano. O político aproveitou da situação para usar um tom de deboche contra os críticos.

Além de DiCaprio, cabe lembrar, o ator Mark Ruffalo, que interpreta Hulk nos filmes da Marvel, também aderiu à campanha encabeçada por Anitta.

“Obrigado pelo apoio, Leo! É muito importante ter todos os brasileiros votando nas próximas eleições”, publicou Bolsonaro. O presidente da República ainda disse que o “povo decidirá se quer manter nossa soberania na Amazônia ou ser governado por bandidos que servem a interesses especiais estrangeiros”.

Veja Também

O chefe do Executivo ainda ironizou uma publicação de Leonardo DiCaprio com uma imagem da Floresta Amazônica, afirmando que a foto é do ano de 2003, e não de 2019.

Isso porque o astro dos cinemas mundiais teria utilizado uma imagem da Amazônia em chamas para ilustrar uma publicação feita em 2019. Na legenda, na época, Leonardo DiCaprio chamava a atenção para incêndios que atingiam a região.

O ator teria utilizado uma imagem da Amazônia em chamas para ilustrar uma publicação feita em 2019. Na legenda, DiCaprio chamava a atenção para incêndios que atingiam a região.

Equipe da Record é expulsa de protesto a favor de Bolsonaro

Uma equipe da Record foi surpreendida com ameaças durante um protesto a favor do presidente Jair Bolsonaro (PL), em Vila Velha, neste domingo (1). Repórter e cinegrafista que cobriam o ato político foram expulsos por manifestantes bolsonaristas.

Alex Pandini e José Jantorno trabalhavam na cobertura do movimento quando começaram a ser intimidados pelos bolsonaristas. A equipe até foi ameaçada por alguns integrantes da manifestação pró-Bolsonaro quando tentava entrevistar uma mulher que segurava um cartaz pedindo intervenção militar.

O vereador Rômulo Lacerda (PTB), então, reclamou com a equipe e não permitiu a gravação. Aos gritos, ele acusou a emissora de estar “fazendo uma cobertura parcial”, segundo informações própria emissora.

Além disso, o locutor de um dos trios elétricos do protesto chegou a usar o microfone para detonar o trabalho realizado pela TV Vitória, afiliada da Record no estado.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email luizfabio@rd1.com.br
Veja mais ›