Bolsonaro diz que Globo reclama da Copa América porque direitos são do SBT e ameaça concessão

Bolsonaro
Jair Bolsonaro ataca Globo e ameaça concessão (Imagem: Reprodução / Globo)

Em conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada na manhã desta terça-feira (1º), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) confirmou que, no que depender dele, o Brasil vai sediar os jogos da Copa América. Em seu discurso, o “capitão” fez um novo ataque à Globo, ameaçando com o fim da concessão.

Ele comentou sobre o assunto quando foi questionado por um eleitor se havia alguma objeção por parte dele contra a realização do torneio. “Copa América? Sim [vai ser realizada]. Fui instado no dia de ontem pela CBF. Conversei com todos os ministros interessados. Da minha parte, positivo”, afirmou.

Em seguida, o presidente disse que a única emissora contrária aos jogos é a Globo porque o direito de transmissão pertence ao SBT. Não é verdade. Além do canal líder de audiência, a Band, na TV aberta, e a ESPN Brasil, na TV por assinatura, detonaram a possibilidade do torneio entre seleções sediado no país.

“Mas o que está havendo? Da parte da Globo, [o movimento] contrário. Porque os direitos de transmissão são do SBT. Está havendo a [Copa] Sul-Americana. Começa também na sexta-feira as Eliminatórias da Copa do Mundo. Ninguém fala nada. Não tem problema nenhum”, acusou.

“E quando se fala em Copa América, querem questionar que causa aglomeração, que ajuda a espalhar o vírus? É uma pressão dessa imprensa chamada Globo. Nada além disso”, resumiu.

“No que depender de mim, inclusive com aval do [ministro] da Saúde, haverá. O protocolo é o mesmo da Libertadores, da Sul-Americana, das Eliminatórias. É a mesma coisa”, adiantou.

Em sua guerra particular com a emissora da família Marinho, Jair Bolsonaro provocou a rival sobre a sua concessão. “TV Globo, perderam (sic). E abram o olho para 2022”, ameaçou.

Ontem, o perfil da Conmebol no Twitter anunciou a Copa América no país. “O Brasil receberá a Copa América 2021! O melhor futebol do mundo levará alegria e paixão a milhões de sul-americanos. A Conmebol agradece ao presidente Jair Bolsonaro e sua equipe, assim como à Confederação Brasileira de Futebol, por abrir as portas do país ao que hoje em dia é o evento esportivo mais seguro do mundo. A América do Sul brilhará no Brasil com todas suas estrelas!”, escreveu.

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.
Veja mais ›