Bolsonaro faz exigência, Globo cancela entrevista e presidente acaba voltando atrás

Globo
Após semanas de negociação, Globo nega pedido de Bolsonaro para entrevistá-lo no Palácio da Alvorada  (Imagem: Reprodução – Globo / Montagem – RD1)

Depois de uma novela sobre a participação do presidente Jair Bolsonaro (PL) na série de entrevistas do Jornal Nacional, a Globo se manifestou e anunciou que o Chefe do Executivo recusou as regras e, por isso, sua aparição foi cancelada. Contudo, o “capitão” voltou atrás e se rendeu ao canal carioca.

publicidade

O canal da família Marinho afirmou que o ex-presidente Lula, do PT, Ciro Gomes, do PDT, e Simone Tebet, do MDB, aceitaram as regras e foram confirmados por meio de sorteio, em uma sabatina de 40 minutos cada, com apresentação de William Bonner e Renata Vasconcellos.

A Globo explicou que os cinco candidatos mais bem posicionados na pesquisa de intenção de voto divulgada pelo Instituto Datafolha em 28 de julho: Lula, Bolsonaro, Ciro Gomes, Simone Tebet e André Janones (Avante).

publicidade

Veja Também

Um sorteio foi realizado em 1º de agosto com representantes dos partidos e definiu a ordem das entrevistas. Neste encontro, as cinco candidaturas foram informadas de que o prazo final para confirmação da presença acabava em 4 de agosto.

O último dia da confirmação contou com a desistência de André Janones, para apoio a Lula no primeiro turno. Em nota, a Globo destacou que “o candidato Jair Bolsonaro não aceitou as regras da entrevista”.

Globo nega mudança nas regras, cancela entrevista, mas Bolsonaro surpreende e aceita ir ao RJ

A emissora frisou que Bolsonaro tomou consciência que as sabatinas seriam feitas nos estúdios da Globo, mas mesmo assim o presidente, na quarta-feira (3) e na quinta (4), “condicionou a concessão da entrevista a que ela fosse realizada no Palácio da Alvorada”.

A Globo sempre fez uma deferência aos candidatos à reeleição, com as entrevistas direto do Palácio da Alvorada, mas esclareceu que depois de 2014, a direção impôs a regra da entrevista sempre em seus estúdios, “de forma a demonstrar que todos os candidatos são tratados em igualdade de condições”.

publicidade

O canal líder de audiência rejeitou o pedido da assessoria de Bolsonaro. No fim da noite de ontem, “a assessoria de Bolsonaro enviou e-mail reiterando a disposição de conceder a entrevista, desde que ela fosse realizada no Alvorada”.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

“Diante das regras anunciadas reiteradas vezes, a Globo rejeitou o pedido e, por isso, a entrevista não será realizada”, decretou. Bolsonaro voltou atrás.

Por meio de nota, a Globo informou que a assessoria do presidente se manifestou na manhã de sexta, explicou que o e-mail “tinha como o objetivo expor uma preferência, mas que o candidato não se recusava a ir ao Rio para a entrevista”.

A Globo oficializou a entrevista de Jair Bolsonaro no próximo dia 22, sendo ele o primeiro da série de sabatinas, seguido por Ciro Gomes, no dia 24, Lula, no dia 25, e Simone Tebet, no dia 26.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui
publicidade
Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.