Bonner desmente Bolsonaro no JN após presidente enganar o país em entrevista

Bonner
William Bonner desmente Bolsonaro no Jornal Nacional (Imagem: Reprodução – Globo / Montagem – RD1)

William Bonner falou a verdade aos telespectadores do JN da última sexta-feira (15), após uma declaração confusa e mentirosa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que, em entrevista à Rádio Jovem Pan, disse que foi proibido pelo STF de trabalhar mais ativamente durante a pandemia.

O âncora interrompeu o roteiro do telejornal para a informação de última hora e afirmou que horas antes o presidente voltou a dizer que “foi impedido de agir mais ativamente contra a pandemia” porque desde abril de 2020 “foi proibido pelo Supremo Tribunal Federal”. Bonner reagiu: “Não é verdade!”.

Bonner lembrou que o STF “reconheceu a competência de governadores e de prefeitos para tomar providências” no combate ao coronavírus com a finalidade de “evitar a disseminação da doença”, mas “sem tirar poder do governo federal”.

“Os ministros entenderam que as ações devem ser coordenadas entre as três esferas de governo”, completou o apresentador. A web reagiu imediatamente e aprovou a “jantada” da Globo contra o “capitão”.

Na quinta-feira (14), Bonner chamou a atenção do público por um desabafo não programado durante a atualização dos dados da covid-19 pelo consórcio de veículos de imprensa.

Confira a repercussão na web:

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›