Bruna Surfistinha desabafa sobre período após nascimento das filhas: “Mais difícil do que imaginei”

Bruna Surfistinha
Bruna Surfistinha abriu o jogo sobre a chegada das herdeiras (Imagem: Reprodução / Instagram)

Raquel Pacheco, conhecida como Bruna Surfistinha, fez um desabafo revelador em suas redes sociais sobre a chegada das filhas Elis e Maria, frutos do relacionamento com Xico Santos. No perfil do Instagram, ela contou como o período tem sido delicado:

“Estou focada, a cada três horas, as amamento e, como a demanda aqui é livre, quando elas acordam antes do horário certinho, estou sempre disponível. Além disso, ainda estou me recuperando da cirurgia e lidando com as dificuldades do puerpério que é mais intenso do que imaginei”.

Bruna comentou que as dificuldades surgiram logo após o nascimento das herdeiras. “Ficamos no hospital por duas semanas, pois Elis precisou ficar 06 dias na UTI neonatal, depois ficou com a gente no quarto até atingir 2 quilos e receber alta. Foram dias bem difíceis e exaustivos, mas graças a Deus deu tudo certo e há poucos dias, enfim chegamos em casa“, contou.

Ela revelou que o parto não teve como ser humanizado, como esperava, e precisou passar por uma cesárea por conta das dificuldades:

“O parto não pôde ser humanizado como planejei, nem normal, precisou ser induzido com cesárea, foi emergencial, precisamos salvar Elis, pois ela estava correndo risco. Hoje entendo perfeitamente o significado da frase: ‘Ser mãe é padecer no paraíso’!”.

O nascimento das gêmeas foi revelado pelo pai. Em recente entrevista à Quem, o artista plástico contou como tem sido os primeiros dias com as herdeiras. “Estamos um pouco ausentes por conta de toda adaptação por aqui, a Maria já esta aqui com a gente e a Elis precisou ficar na UTI mas só pra ganho de peso. Está tudo bem com elas, é normal a necessidade do ganho de peso em caso de gestação gemelar“, explicou.

Bruna, em outro momento, já tinha falado da ansiedade para a chegada das filhas. “Quero que minhas filhas cresçam sabendo do meu passado, de quem eu fui e quem eu sou. Fui garota de programa dos 17 aos 20 anos, fiquei conhecida por isso, tem gente que me chama de Bruna Surfistinha até hoje. Mas não adianta falar disso até elas poderem me questionar e entender isso. Quero tirar as dúvidas delas, explicar quando surgirem. Não sei com que idade isso vai acontecer, talvez, 5, 6, eu vou sentir na hora“, disse à Quem.

MAIS LIDAS

Guinho Santos
Guinho Santos é formado em Jornalismo e escreve sobre o universo das celebridades há dez anos. Reality show, bastidores da TV e novelas também são seus pontos fortes. Além disso, possui experiência como Social Media e apresentador. Seu canal na web é através do Instagram @guinhosantos__.
Veja mais ›