Cabeleireiro “apunhala” Luciana Gimenez e defende Antonia Fontenelle no tribunal

Antonia Fontenelle e Luciana Gimenez se enfrentam (Imagem: Reprodução – Instagram / Montagem – RD1)

A briga judicial entre Antonia Fontenelle e Luciana Gimenez ganhou um reforço: O ex-cabeleireiro da apresentadora da RedeTV!, Sérgio Vicentim, que decidiu ser testemunha da youtuber no processo.

De acordo com o colunista Leo Dias, Luciana entrou com uma ação por danos morais contra Fontenelle após Jorge Kajuru chamá-la de “mulher de programa” em seu canal no YouTube, o Na Lata.

Na ocasião, ele disparou:

“Sobre a Luciana Gimenez, eu não tenho nada a falar. Não falo sobre mulher de programa. Dane-se. Ela já me processou, pode processar de novo. É uma mulher desqualificada, tanto que virou o que virou por 30 segundos com o Mick Jagger. Ou você acha que foi por amor?”.

Agora, Antonia ganhará o apoio do ex-cabeleireiro, que conhece os fatos e os bastidores, além de ter travado uma batalha na Justça contra a própria Luciana, que tentou proibi-lo de falar sobre ela.

Todavia, o profissional acabou vencendo a ação e não precisou pagar o valor da indenização, já que Luciana não conseguiu comprovar o ocorrido.

Segundo a coluna de Leo Dias, do Metrópoles, a apresentadora ficou inconformada com a ação trabalhista aberta pelo profissional, e abriu um processo pedindo para que ele não falasse mais sobre as intimidades dela e ainda pagasse no mínimo R$ 10 mil por danos morais.

Após o julgamento, feito pelo Fórum de Pinheiros, em São Paulo, o juiz do caso decidiu que Sérgio não poderá falar sobre a intimidade da apresentadora para qual trabalhou por 20 anos.

“Determinando que o requerido se abstenha de divulgar informações ou imagens de cunho pessoal/íntimo da autora, em qualquer meio de comunicação, sob pena de multa de R$ 10 mil por ato de descumprimento”, escreveu o magistrado.

No entanto, a autorização de indenização não foi concedida, já que a contratada da RedeTV! não conseguiu provar que o cabeleireiro estava falando sobre ela.

Dessa forma, a famosa terá que pagar os honorários dos advogados de Vicentim. A defesa do profissional afirmou que entende que a sentença dada está de acordo com a realidade do caso.

Para quem não sabe, Sérgio Vicentim, que prestou serviço à Luciana por 20 anos, foi demitido em 2020, e soltou o verbo contra a famosa.

Em conversa com o colunista, ele revelou que recebia mensalmente R$ 10 mil da famosa.

No entanto, alguns meses antes a apresentadora pediu para que ele assinasse um documento abdicando de todos os direitos trabalhistas que, até então, nunca tinham sido pagos.

Após isso, ele passou a ter carteira assinada e receber R$ 8 mil líquidos.

Alguns tempo depois, o profissional foi demitido e a artista deu uma indenização de R$ 30 mil para ele. O maquiador e cabeleireiro, que assinou o documento que não tem nenhum valor legal, soltou o verbo:

Eu vi ela fazendo isso a vida inteira, com todo mundo, mas jamais imaginei que ela faria isso comigo. 20 anos e receber R$ 30 mil? É piada“.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›