Caco Ciocler detona quem critica a Lei Rouanet: “É burro este ataque”

Caco Ciocler
Caco Ciocler desabafa sobre críticas contra a Lei Rouanet (Imagem: Divulgação / Globo)

Caco Ciocler esteve presente no Centro Cultural Cazuza, na cidade sul-fluminense de Vassouras, no Vale do Café. O evento, parte do Festival de Cinema de Vassouras, contou com um desabafo do ator sobre a Lei Rouanet.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

Intérprete do personagem Gustavo no remake de Pantanal, Caco Ciocler explicou como funciona a captação de recursos para a realização de um projeto de filme, por exemplo, com base na lei de incentivo à Cultura.

Segundo a Veja, o público lançou diversas perguntas sobre o assunto, que tomou conta da palestra apresentada por Caco Ciocler. “O que as pessoas não entendem é que, quando o projeto é contemplado com a possibilidade de captar recursos, a empresa, ao invés de pagar imposto, destina uma porcentagem para o projeto”, argumentou.

publicidade

Veja Também

“É uma forma da empresa poder se promover através da cultura e a cultura existir. É uma lógica burra este ataque às leis de incentivo. E é uma coisa que não é exclusivo da cultura, as leis de incentivo são para incentivar o setor”, esclareceu.

Caco Ciocler fala sobre o trabalho e expectativa para Pantanal

O ator, um dos papéis do remake no núcleo do Rio de Janeiro, se manifestou sobre a repercussão da trama. “Ficamos muito nervosos com o lançamento da segunda fase de Pantanal, porque a primeira fase foi um supersucesso, com um baita Ibope”, disse.

“Então, existe essa expectativa não só em nós, mas também no público”, afirmou. A expectativa deu resultado. Na última semana, a novela bateu recorde de audiência em São Paulo.

Sobre a produção e a troca de fases, Caco expôs: “Quando aconteceu aquela pequena mudança de fase, ainda nessa primeira fase, achei que os personagens ficaram mais parecidos com o que a gente estava fazendo”.

publicidade

“No começo, estava achando a Madeleine e o Gustavo muito diferentes, muito distantes. Quando passaram-se dez anos, a Madeleine ficou muito próxima, e isso me tranquilizou. Mesmo assim, é sempre uma responsabilidade de segurar o Ibope e não ser uma decepção. Mas acho que vai ser legal”, torceu.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Da RedaçãoDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.