Caio Ribeiro volta a falar sobre câncer e relembra choque ao descobrir doença

Caio Ribeiro
Caio Ribeiro volta a falar sobre câncer e relembra choque ao descobrir doença (Imagem: Reprodução / Globo)

Caio Ribeiro voltou a falar sobre sua luta contra um linfoma de Hodgkin – tipo de câncer que atinge o sistema linfático. Em entrevista à Folha, o comentarista esportivo revelou seu atual estado de saúde e relembrou o triste dia em que recebeu o diagnóstico da doença.

O contratado da Globo iniciou o assunto dizendo que, embora ainda não tenha terminado o tratamento, ele já pode ser considerado como curado.

“Estou superbem, terminei as sessões de quimioterapia, e a resposta ao tratamento foi perfeita. Estou aguardando alguns dias para começar as sessões de radioterapia, que é tranquila, e devo voltar aos estúdios para fazer programas e jogos”, declarou.

“Quando você recebe a notícia [da doença] é um choque, é uma porrada na boca do estômago. Nunca imagina que aconteceria. Eu falo linfoma de Hodgkin. Evito a palavra câncer, porque traz lembranças ruins. Dói contar para sua família, porque todos ficam inseguros em relação aos próximos passos. Tive que encarar, seguir em frente”, refletiu em seguida.

Caio prosseguiu o relato falando sobre sua reação ao descobrir o nódulo: “A minha preocupação maior, e por isso que eu não assumi antes o tratamento, era o meu filho. Ele já vai fazer 11 anos, já acompanha as redes sociais e tem noção de tudo o que está acontecendo. Sou muito ligado a eles [aos dois filhos], sou o pai que leva aos treinos, aos jogos, desço para brincar no térreo”.

“Comecei a ficar mais quieto em casa até por conta da imunidade. O médico disse para eu evitar contatos com as outras pessoas porque, se pegasse qualquer tipo de infecção, ficaria mais exposto. Então a minha preocupação de não contar para ninguém. Primeiro porque não gosto de dar notícia ruim, encaro minhas dificuldades do meu modo, não sou o mensageiro do caos”.

O ex-atleta contou que decidiu tornar a enfermidade de conhecimento de todos após seus cabelos terem começado a cair: “À medida que o cabelo foi caindo, aí falei “putz, amor, é melhor tornar isso público, e procurei a Globo, que foi muito carinhosa. Só tenho que agradecer a Globo, inclusive pela liberdade que me deram. Continuei trabalhando, o que ajudou muito a esquecer um pouco de tudo o que está acontecendo”.

“Decidimos falar na sexta-feira à noite [3 de setembro] porque a repercussão é menor, os programas de fofocas haviam acabado e era véspera de feriado [Independência do Brasil]. Então foi uma maneira de proteger meu filho, monitorarmos o WhatsApp dele”, disse.

“Olhei para o meu filho, expliquei que o papai estava fazendo um tratamento e que, como em todas as doenças, existem as mais graves e as menos graves. A do papai era menos grave, o papai não vai morrer, só que um dos riscos é a queda de cabelo. A minha preocupação era diminuir o trauma”, completou o famoso.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›